Entre a Santa, a calçada e o asfalto

Todos nós sabemos: calçada é para pedestre. Mas na Festa do Morro de Nossa Senhora da Conceição, esses espaços foram ocupados por pequenos comerciantes e vendedores ambulantes, todos querendo faturar um troquinho a mais, diante da multidão que sobe o alto da Zona Norte, para reverenciar a Santa no dia a ela dedicado.

Nada a reclamar. Simplesmente porque as duas vias de acesso – a Itacoatiara (subida de automóveis) e Estrada do Morro (descida de veículos) – estavam totalmente interditadas para carros, motos, bicilcetas. E, portanto, o asfalto tornou-se o local predileto dos pedestres e peregrinos que subiam e desciam o Morro, nos doze dias de festa dedicados a Nossa Senhora da Conceição.

Calçadas foram tomadas por ambulantes na Festa do Morro. Menos grave, porque o asfalto estava interditado para carros.

O problema, no entanto, é que agentes da Prefeitura recolhiam algumas mercadorias naquela situação. Mas outras não. Por esse motivo, foi a maior confusão e bate boca na Estrada do Morro, quando fiscais e agentes da Guarda Municipal tentaram recolher os chapéus que seu Manoel da Silva colocara em uma calçada para vender. “Tou trabalhando, vou roubar?”, desabafou ele, para o #OxeRecife.

Seu Manoel virou alvo de uma ação de solidariedade. Os fiscais chegaram e começaram a recolher os seus chapéus. Mas não deu certo. A dona da casa, que havia cedido a calçada, revoltou-se com a ação dirigida, abriu o berro e as portas da casa, para que Manoel guardasse lá os seus chapéus. Agora uma pergunta, por que uns podem ocupar as calçadas e outros não?Os fiscais terminaram indo embora e Manoel, finalmente, pôde vender os seus chapéus. “Todo mundo bota mercadoria na calçada e ninguém reclama, não sei porque implicaram comigo”.

Mulher defende vendedor de chapéu, protege a mercadoria e enfrenta fiscais no Morro:

Leia também:
O povo “ferido” da festa do Morro
A Missa da Aurora na Festa do Morro
Festa do Morro: entre o lixo e a fé
“Peçam  à Santa para a Compesa mandar água para o Morro”
Festa do Morro tem novidades
O exemplo do Morro da Conceição
O “apito da titia”
Fé, saúde e cidadania na Festa do Morro
Santa, comércio, pedinte e jaleco
Santuário se veste de azul e branco
Morro da Conceição no Olha! Recife
Dia de prestar contas aos pés de Nossa Senhora da Conceição
Rei e rainha de Momo sobem o Morro
Dois pedidos para Conceição
O doce “fininho” de Nossa Senhora da Conceição
Dia de prestar contas a Nossa Senhora da Conceição
Santuário se veste de azul e branco
Homem da Meia Noite sobe Morro da Conceição
Entre o sagrado e o profano, Homem da Meia Noite sobe o Morro
Rei e Rainha de Momo sobem o Morro

Texto:
Fotos: Andréa Rego Barros (PCR/ Divulgação) e Letícia Lins
Vídeo: Letícia Lins

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.