Segredo de Fábio: mata e mar em livro

Jornalista, com formação em Letras, e com mestrado em Gestão e Políticas Ambientais,  Franci Palhano é uma escritora produtiva. Desde 2014 lança um livro (ou mais) a cada ano. Todos, no entanto, têm um ponto em comum: a educação ambiental.  Normalmente, as publicações de sua autoria servem para despertar o amor à natureza nas crianças. Tudo de forma lúdica e divertida. E quase todas têm o selo da Agência Estadual do Meio Ambiente (Cprh), onde a autora trabalha, prestando um grande serviço nas áreas de comunicação social e educação ambiental. No sábado (2/11),  Franci lança  mais um título: O Segredo de Fábio, o seu primeiro livro pela atuante Editora Imeph, que tem sede em Fortaleza.

A tarde de autógrafos de Franci (foto ao lado) será em Café Literário, na quinta edição da Feira Nordestina do Livro, que acontece no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. Anote aí o horário, para levar a criançada: 15h. Haverá uma mediação de leitura com Paulo André Viana. O Segredo de Fábio (2019) traz uma bela historinha, pois Fábio é um menino que mora entre a mata e o mar. E ele sabe escutar a natureza. Descobriu  inclusive que pode se comunicar com pássaros, peixes, árvores. A descoberta se dá ao fazer amizade com Pipoca, um peixe de água salgada, que lhe revela um desejo: ver a mata de perto. O mar tem seus encantos para Fábio. Mas a mata também tem os seus, para o peixe saltitante, que adora o voo dos passarinhos.

Assim começa a aventura e as descobertas de Fábio e de Pipoca. Ao longo da leitura, a criança é induzida a descobrir qual o segredo guardado pelo menino e pelo peixe. “O livro traz, de forma poética e com muitas cores, vozes que deixamos de escutar. Vidas que não percebemos”, diz Franci. Além de publicações independentes – livros, peças de teatro, cordéis – ela escreveu dez livros de literatura infanto juvenil, que foram publicados pela Agência Estadual de Meio Ambiente (Cprh). Entre eles:  Pingo de quê (2014), Só é lixo se a gente quiser (2015), O Time (2016), Conversa de Preguiça (2017), Quem vai salvar o rio? (2018), O Herói de Sete Cores (2019).

Em O Time ela esclarece as crianças sobre o timbu, facilmente confundido com rato ou gabiru, mostrando que o marsupial, também chamado de gambá, não pode ser perseguido, pois é “primo” do canguru. E tem importante função na natureza. No lindo Conversa de Preguiça, ela busca inspiração em fato real ocorrido em Pernambuco, quando uma preguiça vira heroína – inclusive aqui no #OxeRecife –  ao tentar salvar um filhote de um incêndio criminoso em uma árvore. A mãe queimou os pelos e focinho para salvar o bebê, conseguindo livrá-lo do fogo. Mas… tristeza, o filhote morreu não de queimaduras, mas devido à aspiração da fumaça. Outro livro muito bonitinho é O Herói de Sete Cores, sobre o pintor-do-nordeste, pássaro muito disputado pelos traficantes devido à beleza de sua plumagem e que virou uma espécie ameaçada. Na publicação, a ave leva sementes para uma área devastada pelos homens. Não deixe de ir ao lançamento de Franci, na Fenalivro. Suas crianças vão amar.

Leia também:
Pintor ameaçado salvo por Edivânia
“Herói de Sete Cores” é tema de livro
Herói de sete cortes é tema de livro
Jovens salvam preguiça achada em rio
Preguiça em alta tensão, no Cabo
Preguiça salva filhote de incêndio, mesmo queimada na boca, pelos e nariz
Preguiça, mãe heroína, perde bebê depois de proteger filho do fogo
As trelas das preguiças
Preguiça resgatada em Sítio dos Pintos
Preguiça resgatada em rodovia
Preguiça resgatada em telhado
Mais uma preguiça resgatada na rua
Mais uma preguiça achada em BR
Náutico, timbu e Rio Capibaribe
Calvário e resgate dos timbus
População protege timbus. Ainda bem
O timbu, a coruja e a cobra coral
Não mate timbu, primo do canguru
Não confunda rato com timbu, que é marsupial e semeador
Carinho com timbu
Timbu briga com perua por comida

Texto:  Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.