Robótica: rede pública em destaque

Alunos da rede municipal de ensino do Recife são tricampeões nacionais da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR). Gleibson Anderson da Silva Nascimento, Victor Hugo Cunha Leite Marques e Bruno Leonardo de Sena Raposo estudam na Escola Municipal Pedro Augusto, que funciona em um belo e antigo sobrado, na Rua Barão de São Borja, na Boa Vista. Bem que a garotada poderia ganhar, como reconhecimento, uma boa reforma na sede da escola por parte da Prefeitura.  Na última vez que passei em frente ao prédio secular, ele estava caindo aos pedaços. Isso, no entanto, não foi impedimento para que a equipe The Monsters conquistasse o primeiro lugar da OBR. Com isso, a meninada se habilitou para disputar o mundial que acontece em Portugal, em 2020, na competição Robocup Júnior.

Com a premiação, os alunos da rede acumularão a quinta experiência em mundiais, em 2020.  Além do título de tricampeão nacional da OBR (2015, 2016 e 2019), prêmio de Melhor Estratégia Resgate nível 1 e de Divulgação Científica nível 2 (Equipe Legião Robot). A disputa aconteceu no fim de semana, na cidade de Rio Grande (RS), dentro do evento Robótica 2019, que abarcou ainda a Latin American Robotic Competition (Larc) e a Mostra Nacional de Robótica (MNR). No total, uma delegação de 23 estudantes participaram do evento, um dos mais importantes da América Latina nas áreas de robótica e inteligência artificial. As equipes Poetas Robóticos e DMC Evolution, das escolas municipais Poeta Jonatas Braga e Padre Antônio Henrique, conquistaram o segundo e quarto lugar, respectivamente.

O desafio da Olimpíada Brasileira de Robótica foi a categoria Resgate. Durante a disputa, os robôs programados pelos estudantes do nível 1 (4º ao 8º ano) resgataram uma “vítima”, representada por uma bolinha, para a área de salvamento. Os alunos do nível 2 (8º e 9º ano) deram continuidade à competição, suspendendo a “vítima” (representada pela bola) e colocando-a em uma área segura. Essa etapa foi disputada pela equipe Legião Robot, da Unidade de Tecnologia e Cidadania (Utec) Cordeiro. Os alunos recifenses também disputaram a Latin American Robotic Competition (Larc), pela primeira vez na categoria Soccer.

A equipe The Hackers Soccer, do Clube de Robótica do Centro de Educação, Tecnologia e Cidadania (Cetec) da Prefeitura do Recife, ficou em terceiro lugar. Eles competiram com dois robôs jogadores de futebol, um atacante e um goleiro. No Espaço da Mostra Nacional de Robótica (MNR), foram apresentados quatro projetos: o Eco Barco, um protótipo automatizado, que tem como proposta solucionar a poluição dos rios; o Clear Space, uma base lunar para o reaproveitamento do lixo espacial; a Frevobótica, um robô que dança ao som do frevo; e o drone como ferramenta no processo de aprendizagem.

Leia também:
Você tem fome de quê? De livros
A volta das cartas e dos postais
Robótica leva estudantes à Hungria
Estudante de escola pública mostra trabalho sobre sururu em Londres
Rede pública: a vez da robótica 
Escola pública representada no Peru

Alunos “derrubam” 70.000 concorrentes
Estudantes de Escola Pública embarcam para Nova Iorque (Genius Olympiad)
Alunos de escola estadual em Bezerros desenvolvem aplicativo para Fenearte
Alunos fazem aplicativo para Fenearte 
Drama da Paixão: aplicativo para turistas
São João: estudantes criam aplicativo
Na contramão do governo Bolsonaro
Criança Alfabetizada: destaque na educação dará prêmio a prefeitos
Os idiotas úteis e o idiota inútil

Pet vira barreira para reter lixo em canal

Alunos lançam livro na Bienal
Mustardinha: Ecobarreira vai ao Paraguai

Jardim do Baobá: Ribe do Capibaribe
Os pequenos escritores do Recife

Livros artesanais são destaque em escolas públicas do Recife
Alunos fazem livros sobre 20 bairros
Livro em quadrinhos sobre Santo Amaro
Você tem fome de quê? De livros
Alunos derrubam 70.000 concorrentes
Mensagens positivas em muro de escola

Twxto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.