Óleo: cresce rede de solidariedade

Além do “formigueiro” humano que tomou conta das praias de nove municípios pernambucanos – para retirada de óleo do mar e da areia, naquele que é o maior desastre ambiental do Nordeste – várias empresas também estão se mobilizando para ajudar. E algumas delas, fazendo bem bonito. É o caso da Ferreira Costa que doou todo o estoque de equipamentos de proteção individual que possuía em suas lojas, para que o voluntariado possa trabalhar sem risco de se contaminar com material tão poluente.

A informação circulou nas redes sociais. Mas como houve contrainformação segundo a qual a loja teria apenas colocado “todo o estoque à disposição do estado e da prefeitura para venda”, resolvi checar essa história direitinho. Pois a doação houve sim, segundo confirma ao #OxeRecife o Supervisor de Marketing da Ferreira Costa, Ronalti Leite. “Nossa intenção foi colaborar, principalmente em uma situação como essa, que afeta a natureza”, disse ele, lembrando que a empresa faz questão de desempenhar da melhor forma possível o seu papel social.

Embora não tenham feito doações, dois centros de compras importantes do Recife também arranjaram uma forma de colaborar. O Shopping Tacaruna  abriu um ponto de coleta para doação de materiais, que vão servir para ajudar na retirada do óleo e apoio aos voluntários. “Os interessados em ajudar poderão doar luvas de borracha, sacos de lixo, máscaras, botas de PVC, bolachas, biscoitos e água. O ponto de coleta fica no Piso superior, próximo à loja Gregory”, informa o Tacaruna.  Em Casa Forte o Plaza Shopping também entrou no elenco de empresas mobilizadas contra a poluição.

A partir da (24), abre um local para receber doações. Os interessados em ajudar podem fazer entrega de máscaras, luvas de borracha, botas de borracha, baldes, pás, ciscadores, lonas, carrinho de mão, sacolas resistentes, óleo de cozinha, detergente e água. O ponto de coleta fica no Piso L3,  próximo à loja Hering Kids. São parceiros da ação  a Aquatro, a Inovando Consultoria e Treinamento, o Diretório Acadêmico de Bacharelado em Biologia – UFRPE, o Greenpeace, o Prof. Nélio Fonseca de a Obba Produções.

Vejam outros locais, onde também podem ser feitas doações: Porto Digital (Cais do Apolo, 222), Cesar (Rua Bione, 220; Av Rio Branco, 50; ou nos números 77 e 463 do Cais do Apolo). E ainda: Softex Recife (Rua da Guia, 142); Museu de Oceanografia da Ufpe (Cidade Universitária); Colégio Grande Passo (Rua Professor Aurélio de Castro Cavalcanti, 511, Boa Viagem).

Leia também:
Desastre ambiental: viva os voluntários
Boa Viagem com piche. Que horror
Boa Viagem: #Sechegaragentelimpa
Pernambuco: 70 toneladas de óleo
Boa Viagem ganha exposição de fotos
Plásticos poluem Boa Viagem
Mutirões espontâneos contra o lixo
Boa Viagem: asfalto agora tem dono
A praia de Boa Viagem está limpa?
Ação contra exploração em Boa Viagem
Calçadas para carros em Boa Viagem
Boa Viagem com a cor do PSB
Há risco de tubarão em mar protegido?
Pernambuco: 70 toneladas de óleo
Óleo recolhido em 24h: 30 toneladas
Óleo: União é “inerte, omissa e ineficaz”

Longe dos ataques verbais de Brasília, Nordeste e Amazônia se entendem
Plásticos viram vilões de tartarugas 
Servidor federal é afastado porque fez a coisa certa na proteção ambiental
Taxa de Noronha não é roubo, mas recurso para proteger a natureza
Deixem que vivam as baleias
Colete três plásticos na areia
Litoral Sul terá área de proteção marinha
A matança dos guaiamuns ameaçados
Comer lagosta ovada é não ter coração
Disciplina para barcos no Litoral Sul 
Acordo na justiça para algozes do marlim azul
Fome, tortura, veneno e maniqueísmo 
O Brasil está virando o rei do veneno
Com tantos venenos liberados no Brasil, cuidado com o que você come

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: WhatsApp

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.