Novas calçadas: 134 KMs até 2020

Em 2020, o Recife terá somado 134 quilômetros de calçadas requalificadas.  É o que garante a Prefeitura que, até que enfim, começa a entregar calçadas dignas deste nome. Boas para o cidadão andar, sem risco de tropeçar em depressões, buracos, pedras soltas. Enfim, longe da chance de quedas. Elas já podem ser percorridas em algumas partes do Centro, como no bairro da Boa Vista, onde são observadas em ruas como a Gervásio Pires e a do Príncipe, ambas de grande fluxo de pedestres, devido à aproximação de universidades e do comércio tradicional do Recife.  As  duas estão dentro do Programa Calçada Legal, que vem requalificando esses espaços públicos, tão importantes na vida das pessoas mas, infelizmente, bastante negligenciadas pelo poder público que normalmente dá mais atenção ao asfalto, por onde passam os carros.

A intervenção na Rua do Príncipe – ainda em fase de conclusão – custou R$ 1,5 milhão. “Nós temos áreas importantes da cidade onde o novo formato de calçadas está sendo implantado. Um deles no Parque da Jaqueira, onde o gradil foi recuado”, afirma o Prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), durante vistoria no Bairro da Boa Vista. O trabalho na Rua do Príncipe contou com parceria da Universidade Católica de Pernambuco.

Reitor da Unicap, Padre Pedro Rubens estava preocupado com a situação do entorno do estabelecimento. “O Reitor teve a visão clara de que precisava melhorar o espaço público no entorno da Universidade, permitindo que nós pudéssemos fazer essa obra, um exemplo de intervenção pública”, diz o Prefeito. . “Nós entendemos que como a maioria das cidades brasileiras, a nossa está imobilizada e a guerra entre o público e o privado não tem solução. Tem que haver um acordo. Sabemos que o poder privado também tem que repensar seus espaços. Essa intervenção é um exemplo, mas temos que buscar melhorar ainda mais os equipamentos públicos”, destaca o reitor.

As obras seguiram as diretrizes do Plano Centro Cidadão, elaborado em parceria entre a Prefeitura do Recife e a Unicap. O projeto foi executado pela Autarquia de Urbanização (URB). As intervenções compreenderam as ruas Nunes Machado, Bispo Cardoso Ayres, e o cruzamento com a Rua do Hospício. Nesta, no entanto, as calçadas permanecem em estado sofrível (foto ao lado).

Os equipamentos receberam desde novas faixas de travessia de pedestres, paisagismo, nova iluminação e pavimentação executada em materiais antiderrapantes. O destaque é o recuo na calçada do Liceu Nóbrega que permitiu o alargamento de 5 metros para a implantação de uma área de apoio para os frequentadores da região e usuários de transporte coletivo. Segundo o Secretário de Infraestrutura do Recife, Roberto Gusmão, o Projeto Calçada Legal vai percorrer 134 quilômetros de calçadas do Recife. Ao todo, são doze lotes, dos quais cinco estão entregues. Ele acredita que até o final de 2020, o trabalho esteja concluído.

O Programa Calçada Legal prevê a requalificação dos passeios públicos dos principais corredores viários da cidade. O projeto foi lançado em 2017 e, atualmente, está requalificado as calçadas de 16 vias da cidade. São R$ 105 milhões investidos na requalificação de 134 km de calçadas e 56.300 m² de largos. As obras devem seguir até 2020, de acordo com a Prefeitura. Já houve requalificação na Avenida Rui Barbosa e na Avenida Norte. Nesta, infelizmente, os trechos requalificados não contemplaram toda a extensão, com lapsos que trazem riscos sérios para os caminhantes. Outra via importante que vem ganhando calçadas novas é a Avenida Recife, da qual o #OxeRecife dedicará uma postagem exclusiva em breve. Cidadania a pé é bom, e eu gosto.

Leia também:
Calçada larga na Rua Gervásio Pires
Convite ao tombo no Centro
Centro do Recife precisa de Mais Vida
Você está feliz com o Recife?
Calçada dá medo na gente de afundar
Acidente em calçada requer até Samu
Calçadas cidadãs da Jaqueira e Parnamirim: todas deviam ser assim
Comunidade recupera calçadas em Casa Amarela. Essas cenas vão sumir?
O drama das nossas calçadas
Quem inventou as famigeradas tampas duplas de nossas calçadas?
Já torci o pé três vezes
Quem chama isso de calçada…
Alguém chama isso de calçada?
Andando sobre o inimigo
Perigo à vista na Rua do Futuro
Futuro de usurpações urbanas
Recife: calçadas e ruas assassinas
Os cem buracos do meu caminho
Depois daquele tombo (3)
Mais uma calçada cidadã
Cidadania a pé: calçada não é perfeita
Charme: calçada para andar e sentar
Quem chama isso de calçada….
Calçadas melhoram na Av Norte, mas…
Oxe, cadê as calçadas da Avenida Norte?
Calçadas crateras na Avenida Norte
Av. Norte: reforma só atinge 12 por cento das calçadas
Pedras nada portuguesas
Santo Antônio sem pedras portuguesas

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Andréa Rego Barros / Divulgação / PCR e Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.