O que há de inédito nesta foto?

Foto linda enviada pela Igreja Católica. Você sabe o que há nela de inédito? A foto é de Nossa Senhora do Carmo, Padroeira do Recife, alvo de um fato histórico na nossa cidade, no último sábado (21). É que essa imagem, a original  – que foi doada Pela imperatriz D. Maria ( A louca) para a cidade do Recife –  desceu do altar após cem anos sem sair dos átrios da Basílica do Carmo, que fica no Bairro de Santo Antônio, Centro do Recife.

A última vez que a imagem passou pela porta principal para desfilar pelas ruas havia sido em 21 de Setembro de 1919. E a razão era especial: a Santa havia recebido do Papa  Bento XV, a coroação canônica como padroeira, transformando-a em Rainha do Recife e de Pernambuco. Na época, a imagem recebeu do Vaticano um conjunto  todo em ouro contendo um cetro, uma âncora, dois escapulários, cetro e coroa para o menino Jesus e a enorme coroa de ouro que possui pedras preciosas como, incluindo o rubi.

Sábado, portanto,  foi a única vez que da coroação canônica há 100 anos que a imagem andou pelas ruas do Recife ornada com adereços que chagam a valer mais de  R$15 milhões de reais. Ainda bem que nada aconteceu, nenhum larápio tentou assaltar as joias da Santa, já que o cortejo contou com forte esquema de segurança. A coroação de Nossa Senhora, em 1019, ocorreu na Faculdade de Direito do Recife. Que Deus proteja a imagem e todos os  devotos que dela tanto precisam para suas orações e alcançar graças.

Leia também:
Sessão Nostalgia: a coroação da Rainha do Recife e de Pernambuco

Procissão terá três trios elétricos
Festa religiosa movimenta o Recife
Exposição conta história da “Rainha do Recife”
Com Hans, entre o barroco e o rococó
Entre o sagrado e o profano, Homem da Meia Noite sobe o Morro da Conceição
Andarapé entre o século 16 e o 21 
Parem de derrubar árvores (48)
Arboricídio, palmeiras e carnaval
Fícus e palmeira imperial sem reposição

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Drailton Gomes / Divulgação / Basílica do Carmo 

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.