Teatro mostra saga dos excluídos

Meu queridíssimo amigo Jomard Muniz de Brito, guru de várias gerações, está sempre na ordem do dia. O seu livro Terceira Aquarela do Brasil inspirou o a Trupe Arte na Mochila a criar o espetáculo Tango en Trapos, que será encenado na noite de sábado (21 de setembro) na quinta edição do festival Aldeia Yapotan, promovido pelo Sesc Piedade.

A apresentação acontece no sábado  defronte à ASTEJ, Pecom Ponto de Encontro Comunitário, que fica na Estrada da Batalha, na Praça do Viaduto Geraldo Melo, Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, cidade vizinha ao Recife. O acesso é gratuito. Tango en Trapos retrata de forma poética a trajetória de pessoas excluídas pela sociedade de consumo.

Seus personagens são do cotidiano: a lavadeira de roupa de ganho, o flanelinha que espalha perfume no ar, o porteiro do prédio que vive para lavar o chão pisado pelo poder, o músico de rua que troca canções por um punhado de vida, e o vendedor de pipoca que busca sentido para sua existência. Juntos, eles se revezam em narrar suas vidas a plenos pulmões, buscando despertar interesses comuns, sacolejar o espectador, alimentar o imaginário coletivo e, assim, provocar emoção e poesia através da linguagem característica do Teatro Popular.

As músicas contribuem para criar um ambiente poético e convidam o público para momentos de celebração, bem próprios do teatro de rua: circular, horizontal e inclusivo para subverter a estressante rotina das cidades. A Trupe Arte na Mochila  surgiu em 2016 a partir da necessidade de realizar ações no âmbito das artes cênicas  que tornem o teatro inovador, reflexivo, horizontal, inclusivo, circular e debochado.cujas propostas sejam  inovadoras, reflexivas, horizont, inclusivo, circular e debochado.  A direção é de Tango en Trapos é de Juca dos Santos, com produção de MDias Produções.

Leia também:
Jomard: aquarela, tangos e trapos
Festa para Jomard no Cinema do Museu
O “famigerado” em Olinda
Peça censurada na Caixa Cultural passa de graça no Teatro Apolo 
Mutirão contra a censura de Abrazo
Marsenal: gritar, ocupar, se levantar

Serviço:
Evento: V Edição do Aldeia Yapoatan, SESC-PE
Espetáculo: Tango en Trapos

Local: Pecom, Ponto de Enconto Comunitário, na Estrada da Batalha, Prazeres, Jaboatão
Data: 21 de setembro, sábado
Horário: 19h
Quanto: gratuito

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Manuel Igreja / Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.