Livro sobre Chico Science na Passa Disco

Chico Science vive. E está em todos nós. Sua marca sobrevive nos sons da cidade, na rua onde virou estátua, e já foi até tema de enredo de quadrilha junina, que depois ganhou os palcos do Recife. Só estive uma vez com ele. Foi quando trabalhava no jornal O Globo, e decidi fazer uma reportagem sobre o “mangue fashion”, a moda que vinha do som do mangue. Fiquei impressionada com o seu carisma, enquanto conversávamos e ele pousava, com seu chapeuzinho de palha em uma canoa ancorada no Rio Capibaribe, perto do Parque da Jaqueira. Era uma pessoa leve, bem humorada, com muita verve e divertida. Estava no plantão dominical quando ocorreu sua morte trágica e prematura. Não acreditei. Pensei que fosse uma fake new a notícia do acidente que o matou. Foi no seu velório que vivi uma cena cheia de emoção: ver o ataúde cercado de caboclos do Maracatu Rural Piaba de Ouro, enquanto agitavam suas lanças e chocalhos. Foram imagens que nunca esqueci.

Agora o artista que agitou a cena musical dos anos 1990 ganha homenagem especial: está também em livro. É que a jornalista Lorena Calábria acaba de lançar Chico Science e Nação Zumbi – Da Lama ao Caos. Ela tem participado de várias sessões de autógrafos, entre Olinda e Recife. E o próximo encontro com o público será na loja Passa Disco, às 15h do próximo sábado (21). A loja, uma espécie de templo da resistência MPB, fica na Rua da Hora, 345, Espinheiro.  A festa ocorre juntamente com uma nova edição da tradicional Feira de Vinil da Passa Disco, com discotecagem de DJ Dolores / Renato L / Patrick Torquato / Jefferson  França e Murilo França. O livro de Lorena faz parte da  O Livro do Disco, coleção internacional sobre álbuns icônicos, que incluem, também, alguns livros de discos importantes do Brasil. Em 2019, a colação ganha a edição  quando o álbum da Da Lama ao Caos,  completa 25 anos.

Para escrever o livro, Lorena fez mais de 600 entrevistas. A publicação é dividida em três partes. A primeira trata do surgimento do manguebeat, as primeiras festas, a formação da banda, os primeiros shows, o contrato com a Gravadora Sony Music. A segunda parte aborda a gravação do álbum Da Lama ao caos, em 1993 (lançado simultaneamente em K7, LP e CD). (Alguém se lembra das fitas K7? Hoje tem meninada que nem sabe o que é mais isso).  A segunda parte tem, ainda, comentários sobre cada uma das faixas e suas respectivas letras. A terceira  – Da lama para o mundo – Arte Longa, vida breve – relata o período após a gravação do segundo álbum (Afrociberdelia) e a morte de Chico Science. Na contracapa, um link sobre Chico e a Passa Disco, responsável pela produção de CDs sobre a música de Pernambuco:

“Se o movimento Manguebeat não tivesse acontecido, dificilmente uma loja como a Passa Disco existiria. ela é fruto dessa revolução que Chico Science e companhia promoveram na música de Pernambuco.  Eles deram coragem para outros jovens músicos mostrarem seus trabalhos”. Lorena Calábria é especializada em cultura e atua em diversas mídias. Como apresentadora e roteirista, trabalhou na TV Globo, MTV, TV Cultura, Multishow, entre outros. Foi locutora na Oi FM e Mitsubishi FM. Editora nas revistas TPM e Bizz. Atualmente, comanda a La Strada, produtora de conteúdo audiovisual.

Leia também:
Chico Science redivivo no palco
Centenário de Jackson do Pandeiro tem festa na Passa Disco

Passa Disco tem Boca Livre na sexta
O Breu e a Luz de Geraldo Maia
Folia Geral movimenta Passa Disco
Passa Disco, quinze anos: “Arrisque-se”
Pedacinho de Mim na Passa Disco
Vamos todos à nova Passa Disco
Passa Disco agora é no Espinheiro
Fábio: entre a Passa Disco e a natureza
Agenda de carnaval: 20 de fevereiro

SERVIÇO:
Lançamento do livro “Chico Science & Nação Zumbi – Da Lama ao Caos” e Feira de Vinil da Passa Disco
Local: Passa Disco (Galeria Hora Center,  Rua da Hora, 345)
Data: 21 de setembro
Hora: a partir das 15 horas
Entrada: Grátis
Preço do livro: R$ 40,00

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Flick/Recife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.