Parem de derrubar árvores (194)

Mais uma vítima do arboricídio. Esta sofreu um corte bem recente, a julgar pela cor observada na madeira, e pelo aroma do pó de serra, ainda verde. A árvore fica na Praça Flor de Santana e acaba de   passar pela guilhotina da motosserra insana.  Depois do corte, como ocorre sempre, o “tamborete” foi deixado no local da ação de corte, sem que nenhuma outra planta tenha sido colocada para reposição no lugar. Geralmente é o que ocorre. Caso assim não fosse, não nos  depararíamos com tantos toquinhos espalhados pelas áreas públicas do Recife.

“Gente, eles só derrubam quando a árvore está doente”, avisa Flávia Monteiro. “Aqui na nossa calçada, aconteceu isso e plantaram outra no lugar”, diz a leitora, em mensagem enviada ao #OxeRecife pelas redes sociais. Sinceramente, Flávia, você teve sorte. Primeiro, algumas doenças têm tratamento, que podem prolongar a vida das árvores nas áreas urbanas. Segundo, pela minha experiência, é grande o número de alegretes (canteiros) que ficaram vazios, depois de realizadas as erradicações. Geralmente o que aparece nos buracos que restam é muito lixo acumulado. Eu, que ando muito a pé, posso dizer com segurança que nem sempre as árvores sacrificadas foram substituídas. “Isso daí é erradicação que só a Prefeitura autoriza”, afirma Carlos Daniel Araújo. “Só pode ser a Prefeitura ou a Tia Celpe”, ironiza Jailde Cavalcanti, referindo-se à empresa que também realiza podas exageradas nas ruas do Recife.

 

O fato é o toco da foto lá de cima já é a segundo que sobrou da guilhotina, no mesmo local. A Praça fica na Avenida Dezessete de Agosto, pertinho de Casa Forte. Ao lado, na mesma calçada, há uma outra árvore que sofreu ação da motosserra. Mas o toquinho jamais foi levado. E agora, o pequeno tronco volta a brotar, como vocês podem observar  na foto ao lado. Tomara que sobreviva.

Leia também:
Parem de derrubar árvores (177) 
Parem de derrubar árvores (188)

Parem de derrubar árvores (183) 
Parem de derrubar árvores  (99) 
Parem de derrubar árvores  (178)
Parem de derrubar árvores (168)
Parem de derrubar árvores (167)
“Sai Dessa Noia” plantando árvores
“Bora plantar?”  Chame o 156

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.