Roda gigante no Marco Zero vira um sucesso e fica de graça até domingo

Instalada no Marco Zero como a novidade da segunda edição do Recife Urbana Arte (R.U.A), festival que movimentou a parte antiga da cidade no último domingo, a roda gigante fez o maior sucesso no final de semana. Um aviso, para quem quiser curtir a paisagem daquela área histórica da capital de altura privilegiada: o brinquedo fica disponível para o público até o dia 4 de agosto, transformando-se em diversão garantida para crianças e adultos.

Uma informação: para girar, girar, girar, não é preciso pagar nada. Mas para ter acesso ao brinquedo é necessário que se leve um quilo de comida não perecível ou mesmo uma roupa. Não é preciso que seja nova. Pode sim, ser usada. Mas precisa estar em bom estado. E as doações tanto podem ser para crianças ou para adultos. O brinquedo está disponível para o público até o próximo dia 4 de agosto, das 16h às 20h. O R.U.A aconteceu no final de semana que passou, espalhando-se por vias como Rio Branco, Moeda, Bom Jesus, Marquês de Olinda e o próprio Marco Zero.

O R.U.A reuniu expressões da arte popular, que variaram da poesia ao hip hop, da grafitagem à dança, com oferta de atrações para todos os gostos e idades. Houve, ainda, comercialização de cervejas artesanais e exposição de produtos provenientes da economia criativa. O R.U.A é um evento da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Recife. A primeira versão aconteceu em 2018, mas 2019 foi o primeiro em que teve roda gigante. O R.U.A acabou. Mas a roda gigante ficou.

A roda gigante teve patrocínio do aplicativo 99. Mas com o movimento do brinquedo, os anúncios terminaram confundindo o público, já que o 99 fica muitas vezes invertido, e passa a ser 66.

Leia também:
Arte urbana e economia criativa no R.U.A
Marco Zero terá roda gigante  
Vamos de Arte Urbana no Olha! Recife
Caminhadas Domingueiras e R.U.A
Recife sem R.U.A nem ciclofaixa
Grafitagem contra o vandalismo
Grafitagem inibe pichadores do Recife
Grafitagem na pista de skate da praia
“Urbe-se” movimenta a urbe recifense
Festival agita Pina e Brasília Teimosa
O Recife está mais colorido

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Andréa Rego Barros / Divulgação / PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.