Contracantos e Contraventos no Poço

Sempre digo que o Poço das Artes tornou-se uma boa opção para quem frequenta a Zona Norte e gosta de música de boa qualidade. O repertório desse sábado está nota dez. Entre as músicas que marcam a noite encontram-se Feira de Caruaru, Feira de Mangaio, É pra freguesia, Dançando com Lia, Lamento da Lavadeira, Balaieiro entre outras. E quem comanda a festa são dois grupos: Contracantos (vocal), que será acompanhado pelo  Contraventos (instrumental). Eles se apresentam juntos a partir das 21h desse sábado (27/7) no Poço das Artes, que fica na Rua Álvaro Macedo, 54, no Poço da Panela.

O couvert é bem em conta: R$ 15, mas em espécie. A rua é aquela em cuja esquina fica a icônica venda de Seu Vital. O Contracantos foi formado em 2002 pelo  maestro e Professor da Universidade Federal de Pernambuco, Flávio Medeiros. Já percorreu várias cidades de Pernambuco, outros estados do Nordeste e tem apresentações no exterior (Estados Unidos, França e Suíça). O repertório é basicamente de músicas brasileiras, com foco maior na cultura nordestina: maracatu, ciranda, coco, frevo.  O Contracantos transita em vários universos, realizando pesquisa musical na elaboração dos seus espetáculos e concertos.

Leia também:
O Poço das Artes de Clarissa Garcia
Música sem fronteiras no Poço das Artes
Pérolas para Jobim no Poço Dorival
Caymmi, amor e mar no Poço
Chorinho com Duo Sensível no Poço
Poço das Artes: sanfona, viola e violão
Chorinho e jazz “nordestino” no Poço
Chorinho, artesanato e sururu no Poço
Orquestra Pernambucana de Clarinetes anima o Poço
Poço tem sábado de bandolim

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Contracantos / Divulgação 

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.