Ganzá inspira praça premiada

Esses três jovens da foto – Aline Nascimento, João Carlos Quintino e José Augusto Neto – fizeram bonito na última edição da Fenearte, que ocorreu entre 3 e 14 de julho no Centro de Convenções de Pernambuco. Com inspiração em um instrumento musical, o ganzá, eles foram responsáveis por uma das seis praças de descanso e convivência daquela que é a maior feira de artesanato da América Latina. Resultado: foram premiados, arrebatando o primeiro lugar pela criação e execução do espaço.

O nome da praça também era sugestivo: Ritmos do Ganzá. Os criadores do espaço são alunos de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Esuda. E desenvolveram o projeto inspirados naquele instrumento de percussão, tão utilizado em diversos ritmos brasileiros incluindo a ciranda (este ano uma das homenageadas da Fenearte foi Lia, uma cirandeira famosa).

A praça, com armação de 2.20m e um banco de 9m, comportava em média 20 pessoas, sendo toda confeccionada de materiais reaproveitáveis. “A praça por si só, é carregada de significados e nosso objetivo é passar a sensação de modernidade e algo subjetivo, com uma ideia mais contemporânea. Esperamos que as pessoas tenham uma visão mais moderna da ciranda e da cultura popular, pois é algo moderno, que sempre está em mutação”, afirma José Augusto Neto.

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.