Síndrome de Down: “Expedição 21”, documentário e autonomia

Documentário da maior importância, Expedição 21 tem pré-estreia quinta-feira (18/7), no Palácio dos Festivais, em Gramado, no Rio Grande do Sul, em evento dedicado à diversidade e à inclusão. E quem está no elenco é o pernambucano Bruno Ribeiro, figurinha muito querida aqui do #OxeRecife, e do qual a gente não se cansa de falar  para que outras pessoas se mirem em seu lindo exemplo. No Blog, aliás, sobra espaço para iniciativas em favor da inclusão . O filme mostra que as pessoas com Síndrome de Down podem muito bem morar sozinhas e viver com mais autonomia, ao contrário do que muita gente costuma pensar.

A iniciativa é do projeto Cromossomo 21, idealizado pelo Educador Social Alex Duarte, e também premiado diretor de cinema pelo filme Cromossomo 21. “Qualquer ambiente segregador não será um ambiente onde o cidadão possa fazer o exercício da autonomia de forma real, pois sempre será fictício, superprotegido e segregado”, diz.  “Muito do que nós somos, independentemente de fatores genéticos, é resultado do contato que temos com o meio em que vivemos e das pessoas com as quais nos relacionamos durante toda a vida. A Expedição é um exemplo real de que a deficiência não limita”, explica Alex.

Aliás, viver uma vida com mais autonomia e independência são metas alcançáveis para as pessoas com deficiência, segundo evidenciam resultados da imersão Expedição 21, encontro realizado de 5 a 8 de novembro, em Florianópolis (Santa Catarina). O objetivo foi desenvolver a independência e autonomia de 18 adultos com Síndrome de Down, sem a presença dos seus pais. A experiência foi gravada para se transformar em um documentário/série. E a pesquisa realizada (mesmo de forma empírica) confirmou como a interação com o meio pode melhorar o desenvolvimento, a cognição e a auto- estima de uma pessoa com deficiência. E viva para elas!

Com muitas conquistas e bela história a mostrar, Bruno Ribeiro é o único nordestino no documentário Expedição 21

 Após a Expedição 21, um dos participantes, o escritor Vinicius Streda, 28 anos, está morando sozinho. Em novembro deste ano, os resultados serão transformados em uma pesquisa, dessa vez de cunho científico, organizado pelo neurocientista Fernando Pinto Gomes e um grupo de pesquisadores de São Paulo.  Bruno Ribeiro foi o único representante do Norte e Nordeste a participar da Expedição 21.  Ele é o primeiro turismólogo com Síndrome de Down, inserido no mercado de trabalho, reconhecido pelo Rank Brasil. Bruno concluiu a graduação em Turismo há quatro anos, na Faculdade Santa Helena, no Recife, e logo em seguida foi convidado a trabalhar na Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), onde atua na Unidade de Projetos Especiais. Já chegou até a responder pela organização de excursão pelo Projeto Estrada, que leva pessoas com deficiência para passeios. Ele é também auto defensor da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down.

O documentário Expedição 21 tem duração de 70 min, e mostra os bastidores dos quatro dias da Expedição, as conquistas dos participantes após experiência, e como eles conseguiram quebrar seus próprios limites para se reconhecerem como adultos. A produção contou com a participação dos principais especialistas da área da saúde e Educação do nosso país. Considerada uma experiência disciplinar e motivadora, a Expedição 21 apresentou uma metodologia de aprendizado em formato de imersão, onde os participantes foram separados em 3 times: Autonomia (Equipe Amarela), Maturidade (Equipe Preta) e Protagonismo (Azul). Desde o momento em que entraram na casa, as equipes passaram por provas que exigiam responsabilidade, energia, trabalho em equipe, criatividade e principalmente tomada de decisão. Tiveram ainda aulas didáticas com convidados da área de empoderamento, direitos e deveres e moradia independente.

Leia também:
Caminhada para cadeirantes fez sucesso
A luta por inclusão e acessibilidade
Renata Tarub: dança e inclusão social
Jovens da Apae mostram seus talentos
O “ser humano encantado do frevo”
O frevo inclusivo de Werison
Esplendor e cinema para cegos
Festa inclusiva no Parque da Jaqueira
Com respeito construímos a igualdade
Bruno, exemplo a ser seguido
Bruno, exemplo para todos
Encontro na estrada: passeio inclusivo

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação/ Expedição 21

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.