Festival de Música Instrumental no CPM

Depois da frustração da última quinta-feira, quando o dilúvio registrado no Recife provocou o adiamento da edição de junho do Temporada no Pátio, o Conservatório Pernambucano de Música volta a presentear o público do Recife. Dessa vez com a realização do 9º Festival de Música Instrumental, evento gratuito que acontece no sábado (15) e no domingo (16). Os horários você confere no serviço. O local será o Auditório Cussy de Almeida, do próprio CPM, que fica na Avenida João de Barros, 594, Santo Amaro.  O compositor Henrique Albino e o arranjador André Mehmari são as atrações do sábado. O pianista Hércules Gomes e o grupo Treminhão farão concerto no domingo. O evento é aberto ao público. Ou seja,de graça.

“A música instrumental brasileira é reconhecida mundialmente, mas carece de divulgação em sua própria casa, especialmente nos jornais, rádios e TVs. Entre os convidados, selecionamos sempre músicos de destaque em Pernambuco, sejam veteranos ou revelações, e grandes nomes brasileiros quase sempre desconhecidos do grande público”, afirma a Gerente Geral do Conservatório, Roseane Hazin. A partir das 17h do sábado, Henrique Albino (flauta e sax) mostra composições autorais com influência da música universal e das novas tendências rítmicas do jazz contemporâneo. Ele se apresenta com Alex Santana (tuba) e Gilú Amaral ( percussão). A formação da banda possibilita uma estética que passeia entre o frevo, o coco de roda, o forró e outros gêneros pernambucanos com uma abordagem mais dissonante e de ritmo frenético. Durante a apresentação, novas composições podem surgir e se misturar com interações com o público.

Logo depois, é a vez do compositor, pianista arranjador e produtor carioca André Mehmari fazer o seu concerto instrumental.  O músico se apresenta ao lado de Neymar Dias (baixo elétrico e viola caipira) e Sérgio Reze (bateria). E promete arranjos inspirados nos discos mundialmente conhecidos como marcos na música brasileira, composições próprias e recriações de clássicos do jazz. Virtuosos, esses três amigos animam a cena instrumental brasileira e são aclamados no Brasil e no mundo. O concerto do pianista capixaba radicado em São Paulo, Hércules Gomes, começa às 16h do último dia do evento. Ele é considerado um dos mais representativos pianistas brasileiros da atualidade e se destaca pelas fortes influências de ritmos brasileiros, jazz e da música erudita presentes em seu estilo.

O artista interpretará  músicas do seu primeiro trabalho solo, Pianismo, lançado em 2013 e também do seu segundo álbum,  No tempo da Chiquinha, em comemoração aos 170 anos da pianista e compositora Chiquinha Gonzaga. Já se apresentou em alguns dos mais importantes festivais de música no Brasil e do exterior, em países como Argentina, Cuba, EUA. No Brasil foi vencedor do 11º Prêmio Nabor Pires de Camargo e do I Prêmio MIMO Instrumental.  Em 2015 participou do projeto Gravação dos Concertos Cariocas de Radamés Gnattali no qual interpretou o Concerto Carioca nº 2 com a Orquestra Sinfônica de Campinas. Encerrando a programação do festival, o grupo instrumental Treminhão (foto abaixo) trabalha as influências de outras culturas como a música eletrônica, blues e jazz de forma singular, junto com os ritmos regionais de Pernambuco.

A banda, formada por Breno Lira, Ricardo Fraga e Jefferson Cupertino ao palco alimentando todas as possíveis formas de musicalidade, exprimindo a cada acorde o paradoxo entre a densidade e a leveza nos movimentos de ida e vinda da sonoridade da música que transita entre o local e o universal. O trio vai apresentar as composições dos dois  álbuns, que são Treminhão e Panelada. Os músicos prometem surpreender o público que acorrer ao CPM, com improvisos.

Gravado no ano de 2005, o CD Treminhão traz 13 composições, direção musical e arranjos assinados pela própria banda. A Panelada, nome que dá título ao segundo CD, tem a mesma essência do primeiro, mas com um tempero novo absorvido pelo grupo: o eletrônico. Também com 13 composições, o álbum conta com arranjos e direção musical autorais da banda. Em 2011, o trio lançou o primeiro DVD que contou com as participações especiais de Carlos Malta (pífano e sax soprano) e Silvério Pessoa(voz).

Leia também:
Temporada no Pátio adiada devido à chuva
Música no Palácio atrai bikes e andantes
“Pernambuco é meu canto” bombou
Cesta de música: MPB, black e LGTBQI

Serviço
O quê: 9º FESTIVAL DE MÚSICA INSTRUMENTAL
Quando:
sábado (15.06)  e  domingo (16.06)
Horário: A partir das 17h (no sábado) e 16h (no domingo)
Quem: Henrique Albino (PE), Gilú Amaral (percussão) e Alex Santana (Tuba) e – André Mehmari (SP), Sérgio Reze (Bateria) e Neymar Dias (Viola Caipira) , no sábado
Quem: Hercules Gomes (SP)  Treminhão (PE) – Participação especial: Beto Hortis (no domingo)
Onde: Auditório Cussy de Almeida, no Conservatório Pernambuco de Música)
Endereço: Av. João de Barros, 594, Santo Amaro

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação/ CPM

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.