Parem de derrubar árvores (182)

Mais uma cena de arboricídio no Recife. E a julgar pela cor, a degola é bem recente. Esta árvore, aliás esse tronco guilhotinado, fica na Avenida Mário Melo, no Bairro de Santo Amaro, na mesma calçada onde o #OxeRecife registrou o padecimento de uma outra árvore que tentava ressuscitar ao golpe da motosserra insana.

Recentemente a Prefeitura deflagrou a Maratona Verde, através da qual diz ter feito o plantio de 10.000 mudas de árvores nativas no Recife. Claro que é uma boa iniciativa.  Merece aplausos. Mas por que não fazer plantio, também, nos alegretes (canteiros) que estão vazios em praças, esquinas, calçadas, ruas e que  árvores foram erradicadas?

É só dar uma voltinha pela cidade ou seguir o roteiro da nossa campanha Parem de derrubar árvores para se observar a quantidade de troncos degolados, sem remoção e sem reposição. E também de canteiros que já tiveram árvores frondosas e que estão  vazios desde a erradicação. E isso ocorre tanto em bairros populares quanto nos mais sofisticados. O arboricídio e as vítimas da motosserra insana estão em todos os lugares. É só dedicar um olhar mais atento ao assunto.

Leia também:
Parem de derrubar árvores (179)
Parem de derrubar árvores (45)
Parem de derrubar árvores
Não matem nossas  árvores
Parem de derrubar árvores (117)
Parem de derrubar árvores (98)

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.