“Bordando o feminino” no Sesc

Elas passam dias e noite sentadas, com tecido, agulha e linha. São artesãs, que bordam como ninguém e que fazem da atividade sua forma de viver. Agora elas são tema da exposição Para si: um processo de ser, dentro do Projeto Bordando o Feminino. A mostra fica em cartaz a partir de quinta-feira (6) no Sesc Casa Amarela (veja horário no Serviço).

A exposição resulta de residência artística vivenciada  pela artista visual Laís Domingues (de Pernambuco) e pela estilista Thanina Godinho (de São Paulo). O local não poderia ser outro: Passira, município localizado no Agreste do Estado e conhecido pelo seu bordado. A vivência foi na Associação das Mulheres Artesãs de Passira, quando construíram um diálogo entre os fazeres manuais da fotografia, do bordado e do tingimento natural (realizado com matérias-primas locais como cajueiro roxo, açafrão-da-terra, café e eucalipto), que resultam agora na exposição, que está em cartaz no Sesc Casa Amarela, Zona Norte do Recife. A residência durou cinco meses, em 2018. Durante o encontro, houve troca de experiências, inclusive com Thanina ensinando sobre tingimento natural para as mulheres da AMAP, cuja tradição de bordar atravessa gerações, com poucas mudanças naquela que é a principal atividade econômica da cidade, localizada a  100 quilômetros do Recife.

A vivência também produziu uma mini coleção de moda, denominada Filhas do Sol, da qual parte das peças integra a exposição. A mostra, possui, também, 15 fotografias bordadas. A exposição integra o Projeto Bordando o feminino, aprovado pelo edital de fomento à cultura da Secretaria de Cultura do Governo de Pernambuco, o Funcultura 2017/2018.

Serviço:
Exposição “Para si: um processo de ser”
Abertura: 06 de junho, às 19h
Visitação: de 06 de junho a 16 de agosto, das 9h às 19h (segunda a sexta)
Sesc Casa Amarela (Av. Prof. José dos Anjos, n°1190, Casa Amarela, Recife)
Telefone: 81 3267 4400
Acessibilidade (obras com audiodescrição e acesso para cadeirantes)

Leia também:
De volta às “Histórias do Meu Povo”
Bordados de Passira, no Cais do Sertão

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.