Correção: Visita guiada à Faculdade de Direito, na sexta (7), exige inscrição

Exemplar do chamado estilo eclético (embora com predomínio do classicismo), a Faculdade de Direito do Recife  é uma das relíquias arquitetônicas da nossa cidade.  Mas boa parte da população não conhece o seu interior, conforme pude observar na última edição das Caminhadas Domingueiras Olhe pelo Recife, quando muitos dos nossos companheiros de passeio confessaram que nunca tinham entrado no prédio histórico. Pois atenção, caminhantes:  A FDR será de visita guiada na próxima sexta-feira (dia 7), a partir das 14h. Portanto, uma oportunidade de ouro, para todos aqueles que curtem os monumentos do Recife.  Ao contrário do que o #OxeRecife informou, no entanto, a visita guiada terá sim inscrição.

A iniciativa é do Projeto Memória Acadêmica da Faculdade de Direito do Recife, e assinalará o encerramento da 3ª Semana Nacional de Arquivos na Faculdade de Direito do Recife, que acontece nos dias 3 a 7 de junho de 2017. Durante a realização da Semana, haverá vários eventos. São eles: Exposição Documental sobre Ensino Jurídico, que acontece entre os dias 3 e 7 de junho, no entrada da FDR. O horário de visitação é das oito às 18h. No dia 5 de junho, o dia será dedicado a visitas ao Arquivo da FDR, mas com horário entre 10h e 14h. E no dia 6, na própria FDR, haverá uma roda de conversa às 14h, tendo como tema A Relação dos Arquivos com a Pesquisa Histórica. Toda a programação é gratuita, e apenas a roda de conversa exige inscrição prévia, Quem participar da Roda, tem direito a certificado.

Informações mais detalhadas e inscrições podem ser feitas no site, no seguinte link: https://www.ufpe.br/memoriafdr/todos-os-informes/-/asset_publisher/bklARebjVCVr/content/3-semana-nacional-de-arquivos-na-fdr/642900. Já participei de vários eventos promovidos pelo Projeto Memória Acadêmica da FDR, e aprendi muitas coisas. Inclusive sobre a história da própria FDR,  seus alunos importantes, a sua presença nas lutas libertárias.  A FDR foi construída entre 1889 e 1912, com projeto datado de 1880, por Gustave Varin. Chamam atenção não só a imponência do prédio – que é monumento nacional – mas também o saguão, o piso de mosaico colorido, a estrutura de ferro que apoia o teto, o pátio interno, o mezanino, as varandas e colunas em ferro. Tudo lindo, incluindo o seu Salão Nobre e a Sala de Espelhos.

Conhecer o interior da FDR representa, também, uma “viagem” à história dos primeiros cursos jurídicos do Brasil

Leia também:
Faculdade de Direito abre para visitantes
Visitas guiadas fazem sucesso na FDR
Encenação, violino e rosas na FDR
As guardiãs de 190 anos de memória
Uma radiografia da FDR 
Faculdade de Direito comemora história
Torre da FDR tomba e aulas são suspensas
Faculdade de Direito já está sem torre que ameaçava desabar
“A Casa de Tobias merece respeito”

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.