Teatro Santa Isabel de “roupa nova”

Quem for amanhã ao concerto da Banda  Sinfônica do Recife, terá uma surpresa ao chegar no Teatro Santa Isabel. Completando 169 anos e com muita história a contar, a Casa está de roupa nova. O mais tradicional equipamento cultural do Recife passou por  processo de restauração. Nos últimos meses, foi recuperada a pintura de vários ambientes internos, como saguão, bilheteria e cafeteria. E toda a fachada ganhou pintura nova. Isso após cuidadosa pesquisa cromática, com orientação do Iphan.  O TSI está com tom de rosa mais próximo possível ao da pintura original. Ficou lindo!

Também passou por recuperação o mobiliário datado de 1950. Os móveis foram doados ao teatro quando o mesmo era administrado pelo médico, escritor, teatrólogo e ator Valdemar de Oliveira, por ocasião do centenário do Santa Isabel. Além de preservar a preciosa história do equipamento, as intervenções atualizaram as instalações do teatro para atender às orientações contemporâneas de acessibilidade, com a instalação de poltronas para obesos na plateia.

O Teatro Santa Isabel não é só uma relíquia da nossa arquitetura, mas também um tesouro de nossa história.

O Teatro de Santa Isabel, cujo nome é uma homenagem à Princesa Isabel, foi inaugurado em 18 de maio de 1850. Foi destruído por um incêndio ocorrido em 19 de setembro de 1869, tendo sido totalmente recuperado,  redimensionado e entregue ao povo pernambucano em 16 de dezembro de 1876. Idealizado pelo Barão da Boa Vista, e teve o projeto dirigido pelo engenheiro francês Louis Léger Vauthier, que inovou na época, optando por não utilizar trabalho escravo na construção de arquitetura neoclássica. Tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 31 de outubro de 1949, o equipamento foi mais tarde eleito um dos 14 teatros-monumentos do país, o TSI não só uma relíquia  de nossa arquitetura. Tem, também, muita história.

Além de visitas de pessoas  ilustres – como o Príncipe Dom Pedro II – a casa emoldurou importantes capítulos da vida política da cidade:  assistiu a Revolução Praieira, abrigou as campanhas abolicionista e pelo advento da República.  Foi de lá que ecoou para todo o Brasil a histórica frase do abolicionista Joaquim Nabuco: “Aqui vencemos a causa da abolição”, imortalizada numa placa exibida numa das paredes do teatro até hoje. Foi cenário de debates literários, inclusive entre Tobias Barreto e Castro Alves. O Teatro fica na Praça da República, no Bairro de Santo Antônio.

Leia também:
Conheça melhor o Teatro Santa Isabel
Santa Isabel: flanelinhas X motoristas
Visita guiada e sarau no Santa Isabel
Visita gratuita e guiada ao Santa Isabel

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.