#JuntospelaBiodiversidade

O Brasil é considerado o país com a  maior biodiversidade do mundo. Possui 103.870 espécies animais e 43.020 vegetais catalogados, o que significa 20 por cento do total de espécies do Planeta. E entra em clima de Dia Internacional da Biodiversidade, que se comemora nesse 22 de maio, com a deflagração de ação para sensibilizar as pessoas sobre a importância de trabalhar pela conservação da natureza.

A campanha  envolve 14 projetos focados na conservação ambiental no Brasil, e que são patrocinados pela Petrobrás, por meio do Programa Petrobrás Socioambiental. Entre os enfocados, estão o Projeto Golfinho Rotador (foto ao lado), Albatroz, Baleia Jubarte, Coral Vivo, Ilhas do Rio, Mantas do Brasil, Meros do Brasil, Pinípedes do Sul, Ponta de Pirangi, Rebimar, Tamar, Toninhas, Uçá e Viva o Peixe-Boi Marinho, este último o principal responsável pela sobrevivência do mamífero  aquático mais ameaçado de extinção do Brasil.

Os vídeos começaram a ser veiculados às 8h30m dessa quarta (22), e abordam curiosidades, status de conservação, principais ameaças e as perspectivas dos 14 projetos. A ideia é utilizar as redes sociais desses projetos para sensibilizar as pessoas, mostrando o que cada um deles faz em prol da conservação da diversidade biológica no país.

A hashtag #JuntospelaBiodiversidade estabelecerá a convergência dos projetos de conservação para as ações de manutenção da diversidade biológica no planeta. O Dia Internacional da Biodiversidade foi criado em 2000 pelas Nações Unidas e é alusivo à data da assinatura da Convenção sobre Diversidade Biológica, em 22 de maio de 1992, durante a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, no Rio de Janeiro. Este ano, as Nações Unidas estabeleceram para a celebração o tema Nossa Biodiversidade, Nosso Alimento, Nossa Saúde. Entre os biomas brasileiros estão a Floresta Amazônica – a maior tropical do mundo – e  a caatinga, que é exclusiva do território brasileiro.

Leia também:
Conhecendo a Mata Atlântica
Baderna com carnaval ecológico
Por um milhão de árvores na Amazônia
Aves brasileiras são alvo de tráfico
Cprh resgatou 13.406 animais em 2018
É verdade que a piranga é afrodisíaca?
Acordo na justiça para algozes de marlim
Plásticos viram vilões de tartarugas
Dia Mundial das Áreas Úmidas
Servidor federal é afastado porque fez a coisa certa
Deixem que vivam as baleias

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Letícia Lins e Divulgação/ Projeto Golfinho Rotador

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.