Bairros ganham Movimenta Cineclube

Teve um tempo que cada pedaço do Recife tinha seu cinema. As salas de projeção já chegaram a somar 50, no século passado. Em alguns, como Casa Amarela – por exemplo – eles somavam três: Albatroz, Rivoli e Coliseu (naquela época o nome do bairro se estendia até trecho perto da Vila dos Comerciários). Lembro-me, também, dos cinemas Boa Vista, Trianon, Art-Palácio, Moderno. E de ouvir falar em tantos outros, como Espinheirense, Torre, Pina, Central, Ideal, Pathé, Polytheama.  Há, também, aqueles que viraram relíquias: como o São Luís e o Cine Glória. Os cinemas de rua sumiram, ao longo dos tempos.  Agora, os bairros começam a ter o seu cinema, só que itinerante. É o Movimenta Cineclubes, um projeto que vai além da pura diversão, e que na noite dessa sexta-feira (10) marca presença no bairro de Apipucos, Zona Norte do Recife.

Movimenta Cineclubes” é um projeto de articulação de pessoas que acreditam no cinema como um dispositivo de transformação social por meio da implementação de cineclubes na Região Metropolitana do Recife (RMR), junto com frentes de movimentos sociais que atuam na luta diária em seus territórios”, informam os coordenadores a iniciativa.  O Movimenta Cineclubes é organizado pela Federação Pernambucana de Cineclubes, a Associação Brasileira de Documentaristas e pelo coletivo Mulheres no Audiovisual PE. Além disso, as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo tem participado dos momentos de organização. A proposta é utilizar os cineclubes como ferramentas de conscientização política e discussão da realidade. Ou seja, iniciativa bem oportuna, nesses tempos que chegam perto do obscurantismo no Brasil.

Programado para a Rua Apipucos, 1148 (junto à igreja) Movimenta Cineclube foi transferido para a Rua Caetés.

Nesta sexta-feira (10/05), às 19h30, na Rua Caetés, 195, no bairro de Apipucos, acontece a segunda sessão do Luíla e Pretinha Cineclube (o nome é em homenagem a duas mulheres guerreiras da comunidade, que sempre estiveram à frente de causas sociais em prol do coletivo).  O endereço mudou de última hora, pois a exibição aconteceria junto da Igreja de Nossa Senhora das Dores. Mas agora ocorrerá na sede da Associação de Moradores do bairro, que fica à Rua Caetés (aquela em cuja esquina fica a Doçaria Pernambucana). Na ocasião, o debate será sobre a importância das mobilizações populares e comunitárias; o poder das mulheres nos canteiros de obras; e projetos culturais e as transformações sociais nas periferias.

A temática estará presente nos vídeos sobre os projetos Arquitetura na Periferia e Guerreiros sem Armas, além do filme A Periferia é o Centro. Após a exibição, as facilitadoras e articuladoras do cineclube irão abrir o debate com o público presente. Para quem quiser acompanhar quais serão os próximos bairros da Região Metropolitana do Recife (RMR), a agenda está no Instagramwww.instagram.com/movimentacineclubes e também no Facebook, na página www.facebook.com/movimentacineclubes.

O Luíla e Pretinha Cineclube – Apipucos também está nas redes! Para acompanhar, basta seguir: www.instagram/luilaepretinhacineclube ewww.facebook.com/luilaepretinhacineclube.

Leia também:
Festival Varilux para sertanejo ver
Cinemas dominados e poucas opções
Cine Glória, Art Nouveau e decadência
Muito bom, “Uma Casa à Beira Mar”
Três faces, do Irã, é imperdível 
Cinema vai a escola e praça em Tabira
Esplendor e o cinema para cegos
A história do menino que processa os pais por o terem colocado no mundo

Texto: Letícia Lins/ #OxeRecife
Fotos: Divulgação/ Movimenta Cineclube

Compartilhe

2 comentários

  1. Excelentes dicas Letícia!! É muito bom ler seus comentários, você escreve com muita propriedade. É muito bom de se ler. Parabéns!!

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.