ONU de olho no Mais Vida nos Morros

A paisagem realmente é outra. Vejam só que coisa bonita, essa Rua Vitoriana, que fica em Beberibe.  Mudou da água para o vinho, depois que ganhou novas cores do Programa Mais Vida nos Morros, que vem tornando mais atraentes os altos do Recife. Na quinta-feira, o resultado dessa intervenção foi apresentado na abertura do ODS Week, que acontece até a próxima semana em Niterói, no Rio de janeiro.

Segundo a Prefeitura do Recife, o Mais Vida nos Morros foi escolhido como case de referência nacional “pela experiência de inovação em políticas públicas para inspirar outros municípios brasileiros a buscar soluções criativas para os desafios das cidades em comum acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU”.  Quem apresentou o trabalho foi o Secretário de Inovação Urbana, Túllio Ponzi, responsável pela implantação do projeto.

Para ele, há “necessidade do poder público de se reinventar para que o cidadão resgate o sentimento de comunidade, de preocupação com o coletivo, de autoestima, de identidade, e assim comece a se engajar nas políticas públicas não apenas cobrando mas atuando de forma que ele se torne o protagonista das transformações que deseja para sua comunidade. Afinal, ele é o grande especialista do território em que mora”. O objetivo do ODS Week foi estimular projetos e ações alinhados à cidadania e a sustentabilidade, como também promover a cultura da inovação no setor público.

“Estudamos exemplos do que aconteceu em lugares como Medellín na Colômbia, Las Palmitas no México e no próprio metrô de Nova York e adaptamos a solução que eles encontraram para realidade e necessidades dos nossos desafios urbanos e ambientais”,  explica.  O ODS Week resulta de parceria entre a ONU-Habitat, a Prefeitura de Niterói (RJ) e a Colab. Já visitei vários altos beneficiados com o Mais Vida nos Morros, e tem simpatia pelo Programa. Mas continuo achando que a iniciativa precisa ser ampliada, com inclusão em roteiros turísticos, implantação de cooperativas,  fabriquetas ou outras iniciativas que contribuam para a sustentabilidade do programa e para geração de renda nos morros do Recife.  O Mais Vida nos Morros já chegou a onze comunidades do Recife, tanto em altos da Zona Norte quanto da Zona Sul. Das onze, duas ainda estão em execução. O projeto é realizado com parceria dos moradores, sociedade civil  e empresas como Coral e Tudo de Cor. Tem, ainda, apoio da Asa, Rota (Mídia Exterior), Italiana, Cimento Forte, ConcrEpoxi, Bem-te-vi, Deskontão, Armazém Achaqui e Grupo KarneKeijo.

Leia também:
Você está feliz com o Recife? 
Túlio Ponzi e o Mais Vida nos Morros
Nova fase para o Mais Vida nos Morros
Que tal turismo nos morros nos morros coloridas?
A paisagem colorida colorida do Córrego de Jenipapo
Troque uma muda por uma ideia
Morros começam a ganhar horta 

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação/ PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.