Parem de derrubar árvores (175)

Vejam só que tristeza aí na foto. Era uma linda árvore,  que dava mais graça ainda aos jardins da Estação Ponte D´Uchoa, patrimônio estadual construído no século 19, quando servia ao trem urbano que circulava no Recife (maxambomba). Da planta já adulta, só resta o tronco decepado. O triste espetáculo pode ser visto por todas as pessoas que passam na Avenida rui Barbosa, em frente ao Colégio das Damas e bem pertinho do Jardim do Baobá.

De acordo com moradores da área e por quem trabalha  em imóveis ali localizados, a planta não foi vítima da motosserra insana. Caiu há menos de duas semanas, devido à ação de cupins. Ou seja, se tratada a tempo, a árvore teria condições de sobrevivência. Pela forma como está a ferida aberta no seu tronco, dá para perceber que não houve ação da guilhotina. Mas aqui no Recife é assim: deixam cair por doença. Depois, cortam o tronco, deixam lá os tocos, e fica por isso mesmo.

Perdi as contas de árvores que foram “erradicadas” – jargão utilizado pelos órgãos públicos para definir o arboricídio – e cujos alegretes (canteiros) permanecem vazios até hoje. Situação que pode ser percebida em praças, calçadas, esquinas, jardins e sítios públicos, como o Trindade, em Casa Amarela, na Zona Norte. A Prefeitura promete plantar 50 mil árvores nesses últimos anos de gestão. Plantar é bom. Mas em ambiente urbano e degradado pelo avanço do concreto – como é o caso do Recife – plantar só não resolve. Cuidar também é preciso.

Leia também:
Parem de derrubar árvores (169)
Parem de derrubar árvores (106)
Da árvore, só restou o pó de serra
Das árvores, só restou o pó de serra
Baobá, o jardim das árvores decepadas
Quatro mil árvores eliminadas no Recife?
Arboricídio mobiliza Câmara Municipal
Arboricídio deixa herança nas ruas
Recife mais verde até 2021

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.