Inscrições abertas para quadrilheiros

Passou-se o tempo que quadrilha junina era uma dança  com trajes matutos. Os meninos com calças com remendos e chapéu de palha. E as meninas, com seus vestidos de chita colorida. Agora é assim: luxo, plumas, veludos, babados em demasia e… coreografia sofisticada. E brincadeirinha só no meio da rua? Nem pensar. Hoje as quadrilhas disputam concursos, possuem enredo (como escolas de samba) e nem sempre lembram os passos tradicionais como balancê e alavantu. A Prefeitura do Recife oferece prêmios que vão de R$ 3 mil a R$ 13 mil para os melhores grupos infantis, juvenis e adultos. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 26 de abril. No entanto, só são realizadas em caráter presencial, das nove da manhã às 17h, no térreo do prédio sede da Prefeitura, que fica na Avenida Cais do Apolo.

Mas editais dos concursos e fichas de inscrição para impressão podem ser encontradas no site www.culturarecife.com.br e no site da Prefeitura do Recife (www.recife.pe.gov.br). As eliminatórios serão realizadas de 15 a 30 de junho, no Sítio Trindade, em Casa Amarela, Zona Norte do Recife. O Sítio é o arraial mais tradicional da cidade. Será a 35ª edição da peleja junina, quejá começa a movimentar os bairros do Recife e também do interior. Poderão participar, no máximo, 48 grupos de todo o estado. Cada quadrilha deve ter 24 pares e menores de 18 anos só poderão participar mediante autorização dos pais ou responsáveis. A ordem de apresentação será definida por sorteio. As 12 quadrilhas selecionadas para a final voltam a se apresentar no Sítio Trindade, nos dias 28 e 29 de junho, a partir das 20h. As finalistas receberão, cada uma, R$ 3 mil, pela apresentação. As cinco vencedoras recebem, respectivamente: R$ 13 mil; R$ 9 mil; R$ 7 mil; R$ 6 mil; e R$ 5 mil.  A ordem de apresentação nas eliminatórias será determinada através de sorteio. A final acontecerá no mesmo Sítio Trindade, no dia 30 de junho, a partir das 17h. Para mais informações e esclarecimentos: (81) 3355-9013. As premiações variam de R$ 3 mil a R$ 5 mil por grupo.

Leia também:
A festa e o brilho das quadrilhas
Solteira é que não fico, belo espetáculo
Quadrilhas ganham palcos no Recife
Quadrilhas: do arraial ao palco
Cadê as quadrilhas tradicionais?

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Andréa Rego Barros / Divulgação/ PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.