Jacarés liberados em Dois Irmãos

O jacaré do papo amarelo (Caiman latirostris) é encontrado em várias regiões do país – como Cerrado, Caatinga, Mata Atlântica, Pampas – mas a espécie, infelizmente, encontra-se em extinção devido à caça. Isso porque além de ter uma carne saborosa, seu couro, muitas vezes, é utilizado para confecção de bolsas e calçados.

No Recife, amanhã, nove filhotes daquela espécie serão reintegrados à natureza. Eles serão liberados nos açudes do Parque Estadual de Dois Irmãos onde, aliás, haviam nascido. Os animais nasceram em cativeiro do zoológico do Pedi, mas os tanques onde ficam os pais e outros da espécie não podem possuir superpopulação.

O Parque possui três açudes – o do Meio, o do Prata e o de Dentro – nos quais os animais serão liberados.  A soltura será acompanhada por técnicos do Pedi e especialista da Universidade Federal Rural de Pernambuco. A iniciativa faz parte do programa para conservação das espécies e recuperação de ecossistemas, realizado pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Semas).

“A devolução desses animais para os açudes dos arredores da mata vai contribuir para o revigoramento da genética populacional e evitar uma superpopulação no zoo. Todos os animais passaram por ultrassom para definir o sexo, que só é possível classificar nessa idade através desse tipo de exame”, explicou a gestora técnico-científica do Parque Dois Irmãos, Luciana Rameh.

Leia também:
Chuvas levam jacarés às ruas
Resgate de jacaré desorientado no mar
Jacarés urbanos voltam à natureza

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação/ Semas

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.