Música no Palácio: do chorinho ao frevo

Acordei cedinho com o sol no céu e, como todo domingo, meu destino deveria ser a praia de Boa Viagem. Mas ao invés de Zona Sul, fui à Zona Norte, onde encontrei com o Grupo Andada Pilateira, na Morada do Bonfim, uma pousada bem charmosa, em Olinda. Íamos caminhar pelas ruas da cidade história, com amigos e amigas. Coisa rara: perderia a edição desse domingo, do Projeto Música no Palácio, do Conservatório Pernambucano de Música, com a Beto Hortis e Banda. Não perdi. Voltei ligeiro, sob a chuva forte, a tempo de ver a apresentação do início ao fim.

Salão térreo lotado – como sempre – e show movido a emoção. Muito bom. O repertório era dedicado ao chorinho e também aos clássicos do período junino. Mas foi muito mais do que isso, porque teve até frevo e o Hino de Pernambuco, tocado com charme e emoção de arrepiar. O músico abriu o show com homenagem a Pixinguinha, porque nesse mês – no dia 23 –se comemora o Dia do Chorinho. Beto tocou Espinha de Bacalhau (Severino Araújo), Chorinho Bom ( de sua autoria), Frevo Sanfonado  (Sivuca), João e Maria (Sivuca e Chico Buarque), Riacho do Navio, Sabiá entre outros.  Sem esquecer, claro, clássicos do cancioneiro popular como Asa Branca. Depois, entrou no ritmo de frevo com Recifoliando (de sua autoria) e os eternos sucessos do carnaval pernambucano, como Vassourinhas Madeira que cupim não rói.

No show, Beto ainda interpretou valsas italianas e outras, de sua autoria. E lembrou passagens de sua vida de músico, como aquela em que, em um hotel no Rio Grande do Norte, tomava café da manhã com uma banda de forró, quando soube que Sivuca estava na mesa de trás. Beto levantou-se e foi cumprimentar o mestre, que lhe chamou para tocar sanfona no seu apartamento.  Lá chegando Sivuca terminou lhe dando uma aula, quando Beto tocava para ele, João e Maria, de Chico Buarque e do próprio Sivuca. “Tem uma nota errada”, disse Sivuca. E mostrou ao músico, a forma correta de executar a composição.  Hoje, para uma plateia atenta, Beto repetiu a dose, tocando como Sivuca lhe ensinou.

Veja, no vídeo abaixo, uma parte da apresentação, justamente em que a banda toca João e Maria.

Leia também:
Pernambuco é meu canto bombou
Elis rediviva duas vezes no Recife
Dia de música no Palácio
Saudosimo de musicais lota Palácio
Música no Palácio bombou

Texto, foto e vídeo: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.