Abaixo as gaiolas: liberdade para as aves

Oitenta e três aves silvestres – quase todas típicas do bioma caatinga – foram apreendidas por equipes da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) e da Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma) em residências e um sítio do município de Machados, no Agreste no Estado. Três autos de infração foram emitidos pela Agência ambiental. Juntos, eles totalizam multa de R$ 5,6 mil por criação ilegal de animais silvestres.

A ação ocorreu na tarde da terça-feira (26). Acompanhados de policiais militares da Cipoma, agentes do setor Florestal da CPRH retornavam de atividades no Agreste Setentrional quando avistaram muitas gaiolas em residências do município. Partiram então para nova fiscalização, o que resultou nas apreensões de aves de diversas espécies, entre elas cancão, patativa, galo de campina, craúna, concriz, sibito, trinca-ferro, sabiá, tiziu e dois papagaios-verdadeiros (Amazona aestiva).

Todas as aves apreendidas foram encaminhadas ainda na terça para o Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), da CPRH, onde passarão por um período de reabilitação e, posteriormente, serão soltas em áreas de caatinga do Estado. A criação ilegal, a comercialização e o tráfico de animais silvestres são crimes ambientais e o combate a essas práticas vem sendo intensificado em Pernambuco, com ações em parceria de diversos órgãos.

As aves são o principal alvo dos traficantes e, em consequência, são os animais silvestres mais presentes nas reabilitações do Cetas Tangara. No balanço de 2018, por exemplo, o Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco acolheu 13.406 animais, a maioria aves (11.011), ou seja, cerca de 82% do total apreendido.Destas, 7.662 (77%)  eram proveniente de apreensões no combate ao tráfico e comércio ilegal. Denúncias podem ser feitas à Ouvidoria da Agência pelo fone (81) 3182-8923.

Leia também:
Pobres pássaros cativos do Agreste
Pássaros presos e multas de R$ 94,5 mil 
Hoje é dia de tucano?
Ave é animal mais visado pelo tráfico
Torneio clandestino de curiós
Cipoma destrói rinha de canários
Canários da terra apreendidos

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Cprh/ Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.