Jardim do Baobá: “Ribe do Capibaribe”

Local de convivência consagrado e queridinho da população do Recife, o Jardim do Baobá ganha uma nova função, no sábado (2 de janeiro): será cenário do lançamento do livro. No caso, o Ribe do Capibaribe, de Allan Chaves. A publicação, em quadrinhos e com atividades, é uma ferramenta lúdica de educação ambiental para jovens e crianças. Nela, Ribe é uma capivara que, com seus amiguinhos, se aventura a conhecer a cidade, onde aprende os cuidados que se deve ter com a água, a flora, a fauna.

O livro será distribuído gratuitamente na ocasião do lançamento (depois, estará disponível  no site http://parquecapibaribe.org).  O personagem Ribe foi criado inspirado nas capivaras, espécie abundante no passado ao longo do Capibaribe, tanto que seu nome significa Rio das Capivaras. As populações da espécie, no entanto, estão cada vez mais reduzidas, por conta da poluição, da destruição de matas ciliares e da especulação imobiliária.

Ribe do Capibaribe traz história em quadrinhos vivenciada por Capivara, animal símbolo do Rio Capibaribe.

A publicação estimula os leitores a pensarem no desenvolvimento da cidade, nos bens naturais, na sustentabilidade e na cultura. O livro resulta de várias expedições técnicas pelo Capibaribe, com participação de equipe transdisciplinar (biólogos, engenheiros, urbanistas, designers, arquitetos). Também foram ouvidos barqueiros e as populações ribeirinhas. Além do livro, diversas outras atividades serão desenvolvidas no Jardim do Baobá (ver serviço abaixo). Posteriormente, a ação será levada a bibliotecas comunitárias da cidade.

A iniciativa tem apoio da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) é é produto do Projeto Capibaribe, que busca transformar o Recife em cidade jardim até 2037, quando 30 quilômetros de margens do Rio devem ser transformados em parques, com ciclovias, pontos de convivência. O Jardim do Baobá, nesse caso, é revestido de simbolismo por representar o ponto de partida do Projeto.  O Projeto Capibaribe resulta de convênio entre a Prefeitura e a Universidade Federal de Pernambuco (Ufpe) através do Inciti – Pesquisa e Inovação para as Cidades.

Leia também:
Pesquisa inédita diz se o Recife é feliz
O índice de felicidade urbana do Recife
Você está feliz com o Recife?
Matas urbanas do Recife em discussão
Participe da pesquisa sobre parques  

Ideias por um Recife mais sustentável
Intervenções por um Recife melhor
Bem viver discutido no Jardim do Baobá
Parque Capibaribe avança

Serviço:
Lançamento do Ribe do Capibaribe
Quando: Sábado, 02 de fevereiro de 2019
Horário: Das 14h às 18h
Onde: Jardim do Baobá, que fica na R. Madre Loyola, Jaqueira, Recife – PE
Acesso livre
Informações: info@inciti.org | 3037-6689

Programação
 14h – Mediações de leitura, contação de história e brincadeiras
15h – Turma Mangue e Tal apresenta a esquete teatral “Uma História de amor”
15h30 – Bate-papo com Allan Chaves, autor e ilustrador do Ribe do Capibaribe
16h – Caça ao Tesouro dos Aventureiros do Capibaribe

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife 

Compartilhe

Um comentário

  1. Legal ! Todavia o Sr. Prefeito está cuidando pulverizando as gramas contra os CARRAPATOS DAS CAPIVARAS ??? Se estes constituem a FEBRE MACULOSA, que mata crianças ??? Bem como cercado, pois onde há ” capivaras” podem conter COBRAS GRANDES ??? Bem como proteger a especime do baobá, como compensar o peso lado posto do torto, NÃO deixar os apaixonados escrever coraçãozinho ???
    Carpe Diem – Jus in Bello !

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.