Marco Zero: palmeira tem reposição

Vivaaaaaaaaaaaaaa. A palmeira que foi retirada do Marco Zero na última segunda-feira já tem substituta. A reposição foi iniciada e concluída nesta quarta-feira, dois dias antes da previsão de término do trabalho. Ou seja, a paisagem origina, com cinco, já está restaurada.

O plantio foi feito pela Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb).  A iniciativa merece aplausos pela rapidez. Pois é assim que tem que ser a cada árvore erradicada da cidade. A Emlurb informa que são duas plantadas, a cada árvore erradicada. Mas, infelizmente, nem sempre é assim. E muitas nem sequer vingam.

Rápida reposição da palmeira erradicada no Marco Zero é exemplo que deveria se aplicar ao resto da cidade: antes, quatro.

Até hoje, por exemplo, o Pátio do Carmo espera reposição de palmeira que foi  retirada em 2017, e cujo canteiro ainda está vazio. A diferença é que o Pátio do Carmo fica em região popular, tomada por camelôs. E uma só planta no lugar da que morreu, caiu ou foi vítima da motosserra insana, já é melhor do que zero.

O Marco Zero  é a área mais visitada do Bairro do Recife e local que centraliza todas as manifestações do nosso carnaval, inclusive a grandiosa cerimônia de abertura. Talvez por isso, a reposição tenha sido tão rápida. O #OxeRecife vai continuar cobrando que outras árvores sejam plantada nas covas das vítimas do arboricídio.

Leia também:
Parem de derrubar árvores (151)
Parem de derrubar árvores (48)
Fícus e palmeira imperial sem reposição
Lembram do fícus da Rua da Aurora?

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Emlurb/ Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.