Natal Para Sempre no Santana

No Marco Zero, a atração de fim de ano  é o antológico Baile do Menino Deus que, há várias gerações comove tanto o público pernambucano no Natal quanto o Drama da Paixão, da Nova Jerusalém, durante a Semana Santa. Só que o Baile é uma festa, para assinalar a luz que foi o nascimento de Jesus. No Recife: o acesso é gratuito, ao contrário do que ocorre no Agreste, onde os ingressos são pagos. O Baile do Menino Deus será encenado  nos dias 23, 24 e 25 de dezembro, sempre a partir das 20h.

Na Zona Norte, quem vem se consolidando é o musical Natal para Sempre, sobre um livro mágico, pelo qual passam vários personagens que mexem com o imaginário infantil. Assisti apenas uma vez esse espetáculo, mas o achei um pouco confuso e confesso que não gostei muito da amarração do texto. O brilho também não é o mesmo do Baile. Mas a criançada adora, e termina sendo uma festa para os olhos de meninos, meninas e adultos. O enredo traz a história da garota que encontra um livro mágico. Ao folheá-lo, ela dá vida a personagens de histórias infantis clássicas, como Pinóquio, Peter Pan, João do Pé de Feijão, bailarinas e soldados de chumbo, que resgatam o valor do Natal e lembram a importância dos sentimentos que a festa evoca, como o amor ao próximo e a solidariedade.

Seria interessante que a Prefeitura iluminasse as vias de acesso ao Parque de Santana (onde ocorre o musical Natal para Sempre) com gambiarras, pois as calçadas não são nada convidativas. No ano passado, uma amiga do #OxeRecife meteu o  pé em um buraco, e no acidente levou um corte profundo no joelho. Isso na calçada de esquina do próprio Parque. Detalhe: o local onde ela caiu estava pouco iluminado. Aliás, bem escuro.  O  Natal para Sempre é realizado em parceria com a Prefeitura. E será apresentado nos próximos dias 23 e 25 de dezembro, às 19h. Aberto ao público, o espetáculo natalino mistura música, dança e magia. O musical foi concebido pela bailarina Andréa Carvalho e é gratuito, durando, em média, 1h. Já o Baile traz uma versão do nascimento de Cristo, inspirado nos folguedos populares do Nordeste. E a trilha musical é linda. O texto é assinado por Ronaldo Brito e encanta adultos e crianças já três gerações.

Leia também:
Natal Cultural, Baile do Menino Deus e Natal para Sempre
Nordeste na veia e na verve
Fábrica de Brinquedos do Noel foi um sucesso na Vila 7
Feliz Natal, Recife

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Daniel Tavares / Divulgação/ PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.