Parem de derrubar árvores (139)

Sempre acontece. Se faço um caminho novo, encontro árvores decepadas.  As duas vítimas da motosserra insana que vi nesta semana ficam no bairro da Tamarineira, Zona Norte do Recife. Elas estão na Rua São Vicente, bem perto do Supermercado Extra.

Um toco está próximo a um orelhão, junto a um muro. E segundo os moradores sombreava local no bairro que serve de ponto de encontro, e onde ambulantes normalmente se juntam para vender comidas, principalmente aos finais de semana.

“Tamborete” com tronco de árvore na Rua São Vicente, ganhou muda no bairro da Tamarineira, felizmente

O outro tamborete fica em uma calçada, perto da Avenida Norte. Felizmente, no entanto, há uma outra árvore crescendo ao seu lado e, pelo tamanho, acredito que vá vingar, pois está vem vicejante. Eu realmente não consigo me acostumar com a quantidade excessiva de tocos com os quais me deparo nas ruas do Recife.

Em alguns locais, as árvores são guilhotinadas, tentam sobreviver mas, logo em seguida, quando começam a brotar, a motosserra insana vem e leva o resto. Infelizmente. É lamentável que isso ocorra porque, se ela brota, é porque ainda tem vida, e pode crescer, florar e frutificar. No Recife, ninguém sabe exatamente quantas árvores foram erradicadas na gestão socialista. Com certeza, milhares.

Leia também:
Recife: 4.000 novas árvores em 2018?

Recife ganha aplicativo Arborize. Viva!
App ajuda a monitorar árvores  

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *