Mexe, remexe, se encosta, se enrosca

Com a marca eclética em suas programações – que vão do rock ao brega e ao samba – o Manhattan Café Theatro completa treze anos em dose tripla: durante três noites seguidas, oferta apresentações intimistas de Elymar Santos, aquele que canta as dores e sabores de uma namorada que é uma “lady na mesa e uma louca na cama”. Os shows acontecem quinta (29), sexta (30) e sábado (1/12). A abertura, como é tradição da Casa, fica por conta dos Garçons Cantores,por volta das 21h..

Nos shows, Elymar canta canções do seu mais recente trabalho em comemoração aos 30 anos de carreira, recheada de sucessos que, hoje, viraram clássicos da música brega. Ele faz releituras de vários clássicos que ficaram famosos nas vozes de Alcione, Diogo Nogueira, Fafá de Belém, Alexandre Pires, Ivete Sangalo, Zeca Pagodinho, Mumuzinho, Cezinha do Acordeon, Roberta Miranda, Fundo de Quintal, Dudu Nobre, Leny Andrade, Neguinho da Beija Flor. Antes de fazer sucesso, Elymar ganhou as páginas da imprensa nacional por uma atitude de risco.

Ainda desconhecido e almejando o estrelato, investiu todo o dinheiro que tinha no aluguel do Canecão, então uma famosa casa de shows, no Rio de Janeiro. Ele começou a sua carreira ainda na adolescência tocando em barzinhos e churrascarias, tendo participado mais tarde de programas de calouros, obtendo êxito no do Chacrinha e Flávio Cavalcanti. O seu primeiro trabalho veio no ano de 1972, quando gravou o primeiro compacto. Em 1976, o cantor já havia alugado o Teatro da Praia, em Copacabana, sem grande repercussão.

Em 12 de novembro de 1985,  Elymar decidiu partir para uma empreitada maior: alugou o Canecão com o dinheiro que havia recebido do empenho de um apartamento e um carro. O show foi de casa lotada e ingressos esgotados. A partir daí, o artista se tornou um dos mais estimados cantores populares deste país. Elymar faz diversos shows por mês, em locais dos mais diversos. Um dos maiores sucessos de Elymar é até hoje, Taras e Manias, em que ela fala do amor com uma mulher que é “uma lady na mesa e uma louca na cama”.  A música é cheia de sensualidade: “Mexe, remexe, se enrosca.”

Leia também:
“Lady na mesa e louca na cama”
Elymar Santos: “Meu coração é brega”
Vou escalar todo seu corpo 

Serviço
Aniversário do Manhattan com Elymar Santos
Quinta (29), sexta (30) e sábado (1º) | a partir das 21h R$ 90 (quinta) | R$ 120 (sexta e sábado) Endereço: Rua Francisco Cunha, 881, Boa Viagem, Zona Sul do Recife
(81) 3325-3372
https://www.facebook.com/manhattanrecife/
https://www.instagram.com/manhattancafetheatro/

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *