“Gramado” verde, mas de… plástico

Gramado lindo, este da foto, não é? Verde que só ele. Até aí, tudo bonitinho, certo?  Inclusive com mudas plantadas para garantir a arborização do jardim do Supermercado Extrabom, que fica na Avenida Rosa  e Silva, em Casa Amarela. Como gosto muito da natureza, achei tão “viçoso” o gramado, que fotografei. Mas quando cheguei bem pertinho, a grama era de… plástico. Mesmo ficando ao ar livre, parte vegetação que o Extrabom usou para compor sua área externa é sintética. Há sentido em um negócio desse? Me informem.

Sou freguesa do Supermercado – que tem os precinhos bem melhores do que as lojas próximas da concorrência – mas confesso que não gostei nadinha do que vi. Achei sem sentido (qual o benefício disso para a natureza?) e também uma solução bem cafona. Porque planta de plástico é feio, sem sentido. Imaginem ao ar livre. Aí a coisa fica ainda pior. Afinal, como se não bastassem a especulação imobiliária, a guilhotina que acaba com árvores do Recife – em calçadas, parques, praças e jardins – penso que não é nada interessante que se use grama de plástico para fazer jardins.

Sinceramente, achei a iniciativa de péssimo gosto, nesses tempos em que todos nós temos que nos empenhar cuidando do verde para evitar aquecimento local e global.  Aqui no Recife, além deste supermercado, conheço pelo menos duas residências que “plantaram” flores de articiais no jardim. Em uma das residências, as “flores” pendiam tão bonitas e coloridas de um muro alto, que eu as achava lindas. Um dia fui ver de perto. E elas eram de… pano. As duas residências “ecológicas” ficam no Parnamirim e em Santo Amaro. Agora me respondam. Na natureza, as flores de plástico ou de pano servem para quê?

Leia também:
Arborização solidária em Casa Amarela
Sementes que brotam na Zona Norte
Av Imbiribeira ganha árvores
Parem de derrubar árvores (132)
Parem de derrubar árvores (131)

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.