“Colete três plásticos na areia”

Há três anos, minha querida prima e amiga Ângela Belfort levou os filhos para um programa bonito e romântico, em Olinda: ver o nascer da lua. Mas o que seria um belo espetáculo, tornou-se motivo de desconforto e tristeza. É que ao invés do luar prateado refletido no mar, o que se via era lixo boiando. E muito. “Os sacos plásticos eram tantos que encobriam a espuma, com o quebrar das ondas”, reclamava. Praia limpa é um direito da humanidade. Mas nem todos pensam assim, e fazem seus descartes indevidos, poluindo rios e oceanos.a

Nessa quinta, 20, em Olinda ocorre ação para assinalar o Dia Mundial de Limpeza das Praias. Coordenado pela Secretaria de Meio Ambiente e Cprh (Agência Estadual do Meio Ambiente), o evento é aberto ao público. O início foi às 8h30m e a ação deve se estender até o meio dia, com direito a caminhada ecológica, mutirão de recolhimento de resíduos e participação de voluntários. A mobilização percorre as praias dos Milagres, Carmo, Bairro Novo, Casa Caiada e Rio Doce (nesta última, passei muitos veraneios na minha adolescência e constatei que o rio onde tomava banho e fazia pescarias, virou um esgoto a céu aberto).

Fotos chocantes da consequência do descarte indevido do lixo vêm sendo divulgadas nas redes sociais.

Guardas municipais, alunos de escolas públicas e privadas, universitários e membros da Escola de Aprendizes de Marinheiros estão engajados na ação de limpeza das praias. “É fundamental que cada cidadão, que cada usuário da praia, tenha o compromisso de não descartar e também de recolher qualquer tipo de plástico utilizado neste ambiente natural. Só assim poderemos reverter o panorama de 13 milhões de toneladas de plástico que chegam aos mares todos os anos, segundo a ONU“, lembra Carlos Cavalcanti, Secretário de Meio Ambiente. Uma tenda está montada próximo ao quartel, para conscientizar a população sobre a importância do descarte correto de lixo.

O mutirão de limpeza em Olinda conta com o apoio da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis – COOCENCIPE, da Associação dos Recicladores de Olinda (ARO) e de escolas locais.  A Semana dos Mares Limpos de Limpeza de Praias acontece de 15 a 23 de setembro em todo o Brasil. A Campanha #Mares Limpos – O Mar não está para plásticos foi lançada pela ONU em 2017. Além do mutirão dessa quinta, é bom pensarmos sobre as consequências, para que não deixemos lixo na praia. Façamos a nossa parte, sem descartes indevidos e chamando a atenção de quem não respeita a natureza. Vamos, também, cada qual apanhar o plástico que achar na areia?  Programada para novembro, em São Paulo, a Waste  Expo Brasil  – além de divulgar fotos chocantes – aconselha: “Nova regra. Toda vez que você for à praia, colete ao menos três plásticos na areia”. E faço repicar, aqui, a mesma mensagem da Expo: “Por favor, espalhe esse aviso”. A Waste Expo Brasil  está programada para o período de 21 a 23 de novembro, no Centro de Eventos Pro Magno, em São Paulo.

Leia também:
Boa Viagem precisa de mais fiscalização
Deixem que vivam as baleias
Proteção para Litoral Sul 
“Quanto mais lixo tira mais aparece”

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Waste  Expo Brasil/ Divulgação/ Internet

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *