Disciplina para barcos no Litoral Sul

O lugar é lindo. Mas o excesso de demanda tem prejudicado a natureza tão generosa, que se espalha pelos municípios de Tamandaré, Rio Formoso e Sirinhaém. É ali que fica o Estuário de Rio Formoso, na Área de Proteção Ambiental (APA) de Guadalupe, no Litoral Sul de Pernambuco, conhecido pelas suas águas cristalinas. A quantidade de embarcações que circula na área é cada dia maior. Mas a bagunça está perto de ter fim.

Amanhã (28), a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado (Semas) realiza Oficina de Elaboração Participativa do Zoneamento Ambiental e Territorial de Atividades Náuticas (Zatan). O objetivo é disciplinar o tráfego de barcos, lanchas e jangadas, para garantir preservação da região. “A área abriga grande diversidade da flora e da fauna, tendo como um dos principais atrativos turísticos a região estuarina localizada no encontro dos Rios Formoso, União e Ariquindá, com destaque para as praias dos Carneiros (Tamandaré), Guadalupe (em Sirinhaém) e Praia da Pedra (em Rio Formoso)”, informa a Semas.

O encontro deve reunir pescadores, marisqueiras, quilombolas, pesquisadores, operadores de turismo (marinas e catamarãs), além de gestores públicos e representantes de organizações não governamentais. O objetivo é propor regras de uso e ações de conservação dos ambientes marinhos e estuarino. “A expectativa é de ganharmos um modelo de zoneamento da área marinha onde as regras de uso serão construídas coletivamente, considerando não só as necessidades econômicas e aptidões turísticas da região, mas o cuidado com os recursos naturais e a proteção dos banhistas e veranistas, me deixa bastante empolgado. A ideia é que o modelo seja replicado em outros municípios litorâneos”, ressalta o Secretário de Meio Ambiente de Pernambuco, Carlos Cavalanti. Durante o encontro, será apresentado um diagnóstico da situação.

Leia também:
Mais proteção para APA Guadalupe
População em defesa dos caranguejos 
Mais proteção para Litoral Sul 
Comer lagosta ovada é não ter coração
Evite comer crustáceo ovado

Serviço: 
Reunião para discutir Zatan (Zoneamento Ambiental e Territorial de Atividades Náuticas)
Onde: Auditório do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Nordeste (Cepene) – Rua Samuel Hardman, s/n – Tamandaré/PE
Quando: 
terça, 28 de agosto
Horário
: 8h às 12h
Oficina aberta ao público
Informações: Gerenciamento Costeiro – Semas/PE – Fone: (81) 3184-7989

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Domingo Luna/ Divulgação/ Semas

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *