Participe dessa bela história

Professor de música, e maestro da Orquestra de Cordas do Movimento Pró-Criança, Crisóstomo Santos lança livro na noite dessa quarta (22), que tem tudo a ver com o trabalho por ele desenvolvido, ensinando música a meninos e meninas carentes. Lugar de criança não é a rua… é o título da publicação, na verdade fruto de dissertação de mestrado em Ciências da Religião, pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). A noite de autógrafos acontece às 19h na praça de eventos do Paço Alfândega, no bairro do Recife.

O livro foi editado pela Bagaço, possui 200 páginas e é o primeiro da vida do clarinetista. Ele faz um resgate da história do Movimento Pró-Criança, instituição idealizada pelo engenheiro católico Sebastião Barreto Campello e fundada em 1993, com a ajuda da Igreja Católica. O Pró-Criança é uma entidade sem fins lucrativos, que tem por objetivo minimizar efeitos e dificuldades vivenciadas por jovens em situação de vulnerabilidade social. O maestro está há onze anos na instituição.

“O Pró-Criança é forte e com credibilidade na sociedade hoje por causa do suporte da Igreja Católica que teve desde o início. A ONG soube aliar os princípios e os limites que a religião ensina com o poder de disciplinar e de abrir possibilidades que a arte promove”, afirma. O livro Lugar de criança não é a rua… é dividido em três capítulos e também discute a capacidade da Doutrina Social da Igreja de gerar vidas com dignidade, contrapondo-se ao serviço puramente assistencialista. “A grande pergunta era se o Pró-Criança fazia assistencialismo apenas para suprir uma lacuna do Estado ou se a instituição usou esse meio para promoção da ação social”, questiona.

“O leitor vai entender que no começo o assistencialismo, como a distribuição de sopa, foi uma estratégia para se aproximar daqueles meninos que viviam à margem da sociedade e deu certo, mais de 30 mil tiveram suas vidas transformadas”, explica.  O trabalho mostra os projetos (onze) do Pró-Criança, e até depoimentos de 15 egressos, sendo seis deles funcionários da ONG. Eles fazem questão de retribuir o que receberam colaborando com o funcionamento das três unidades (Coelhos, Bairro do Recife, e Piedade). O Pró-Criança atende 30 mil jovens por ano (com cursos de artes plásticas, música, dança, inclusão digital, empreendedorismo, etc). E contabiliza 30 mil crianças assistidas, ao longo de sua história. #ParticipeDessaHistória.

Leia também:
Alunos fazem livros sobre 20 bairros
“Rapaz da portaria” escreve 37 livros
Compra de livros sem gastar tostão
Ação do Sesc já arrecadou 50.000 livros

Serviço:
Livro: Lugar de Criança não é a rua…
Autor: Crisóstomo Santos
Editora: Bagaço
200 páginas
Preço: R$ 40
Lançamento: 22 de agosto de 2017, na praça de eventos do Paço Alfândega, às 19h

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.