Árvores viram carvão no Sertão

Estão maltratando a caatinga, no Sertão de Pernambuco. Infelizmente. Como vocês sabem, o bioma – típico do nosso Semi Árido do Brasil – é único no mundo. Ainda bem que está ocorrendo uma ação do Programa de Fiscalização Preventiva Integrada – FPI/PE no nosso Estado. Só em Iguaraci, a Operação demoliu 22 fornos clandestinos de carvão, que funcionavam às custas de desmatamentos na área rural daquele município, localizado a   342 quilômetros do Recife.  Os responsáveis foram notificados, mas só receberam penalidade de advertência.

É que de acordo com as orientações da coordenação do programa FPI/PE, durante  as autuações  que estão sendo realizadas para evitar o uso inadequado e degradação da vegetação nativa existe a preocupação de orientação  aos pequenos produtores quanto à regularização e licenciamento para o funcionamento legalizado. A FPI é uma ação federal gigante, que tem a participação de  50 órgãos,e que tem por objetivo  melhorar a qualidade ambiental dos recursos e a qualidade de vida do povo da Bacia Hidrográfica do São Francisco  a áreas vizinhas. E atua em cinco estados (Bahia, Alagoas, Sergipe, Minas Gerais e Pernambuco). O estado mais contemplado até o momento é a Bahia, com 41 etapas realizadas, contra seis em Alagoas, três em Sergipe, uma em Minas Gerais e uma em execução em Pernambuco.

Leia também:
Liberdade para os pássaros no Sertão 
Madeira irregular apreendida no Sertão
Parem de derrubar árvores (no Sertão)
As flores da caatinga em exposição
Salvem os ipês, por favor
Mata da Pimenteira ganha ação
Cisternas mudam vida dos sertanejos

Texto: Letícia Lins / #Oxe Recife
Foto: FPI/ Cprh / Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *