As flores da caatinga em exposição

Tansformado desde janeiro de 2012 em Unidade de Conservação, o Parque Estadual Mata da Pimenteira fica no município de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, em plena caatinga. A caatinga é um bioma que – todos sabem – é exclusivo do Semi-Árido do Brasil. Ou seja, tirando o Nordeste, a caatinga não existe em lugar outro nenhum no mundo. Com belas paisagens, centenas de espécies da fauna e da flora, formações rochosas e ainda dois açudes, a Mata da Pimenteira sofre com desmatamento, caça clandestina, retirada ilegal de madeira, queimadas, ocupação irregular e até descarte de resíduos sólidos.

Para que esse patrimônio seja valorizado busca-se a interação do homem com a natureza, motivando a população local para sua preservação. Inclusive os mais jovens. E um dos resultados dessas ações pode ser visto na Exposição Olhares da Mata, que inaugura às 18h da segunda-feira, no Centro Cultural dos Correios, no Bairro do Recife. A iniciativa integra Projeto de Educação Ambiental Olhares da Mata, realizado pela Agência Estadual do Meio Ambiente (Cprh), em colaboração com a organização não governamental AVSI-Brasil.

A mostra é composta de imagens, que foram produzidas durante oficina de fotografia (40 horas), com a participação de 30 jovens estudantes de escolas públicas de Serra Talhada,município localizado  a 418 quilômetros do Recife.  Os jovens também foram responsáveis pela curadoria, selecionando as imagens expostas. O projeto além de formar jovens aptos a realizar uma exposição fotográfica busca principalmente sensibilizar a comunidade local, gestores públicos, sociedade civil, escolas e a sociedade em geral sobre o meio ambiente, sua importância e a necessidade de perservar-se a biodiversidade.

A oficina foi ministrada pelo fotógrafo e educador Daniel Meirinho, com experiência nacional e internacional em fotografia participativa e intervenção social. As atividades também contaram com a participação da educadora ambiental Angélica Magalhães.   O  projeto conta, ainda, com coordenação técnica da Planus Sol Engenharia e Meio Ambiente, e com apoio do Centro Cultural dos Correios, onde a mostra ficará aberta a visitação até sexta-feira (03/08), no horário das 13h às 18h. Em seguida, a mostra segue para o Parque Estadual Dois Irmãos, sendo instalada no Centro de Educação Ambiental. No Parque a visitação acontece de 07 a 14 de agosto, das 9h às 16h.

Leia também:
Mata da Pimenteira ganha ação
Cactos viram plantas decorativas
Aceiros e povo contra o fogo no Sertão
Parem de derrubar árvores (no Sertão)
Salvem os ipês, por favor 
Madeira irregular apreendida no Sertão
Cisternas mudam vida dos sertanejos  

Serviço:
O quê:
Olhares da Mata (exposição de fotografias sobre a Mata da Pimenteira)
Onde e quando:
Centro Cultural dos Correios, de 30 a 3 de agosto, de 13hàs 18h; e o Centro de Educação Ambiental do Parque Estadual de Dois Irmãos, de 7 a 14 de agosto, das nove às 16h. Abertura é às 18h da segunda, 30/7.
Quanto: o acesso é livre à exposição, nos dois locais.

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação

Compartilhe

Um comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *