A “reforma” do Mercado da Madalena

Há umas coisas, aqui no Recife, que a gente não consegue entender. Por exemplo: de quem é a responsabilidade pela manutenção de nossas calçadas? E dos mercados públicos? Não é preciso nem pesquisar, não é mesmo? Todo mundo sabe que ambos são de alçada da Prefeitura, certo? Mas no caso do emblemático Mercado da Madalena, as obras estão a cargo da Secretaria da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco.

Pelo menos, é o que mostra a placa gigantesca colocada na Praça, no mês de maio, que dá conta do investimento de R$ 1.045.240 para “execução da reforma do Mercado da Madalena”, cuja conclusão é prevista para 8 de novembro próximo. O serviço está sob responsabilidade da Construtora BL Serviços Ltda. Vou todas as semanas ao Mercado, onde compro queijo, castanha, carne de sol e frutas secas, no box de Elza e Biuzinha, das quais sou cliente há mais de quinze anos.

Locatários questionam reforma do Mercado da Madalena, que está sendo feita pelo Estado e não pela Prefeitura.

Dei uma caminhada pelos 180 boxes do Mercado, e boa parte dos locatários ouvidos reclamam da obra que, simplesmente, não acontece. “Aqui dentro mexeram numas telhas, botaram umas para o lado, outras para o outro e ficou tudo do mesmo jeito”, reclamou o dono de um dos boxes. Realmente, não dá para se perceber mudança nenhuma no seu interior, nem mesmo nos banheiros. A grande obra, pelo que se observa, é apenas na calçada do entorno que, por enquanto, está toda quebrada.

“E o pior é que não deixaram uma só rampa de acesso para cadeirantes ou pessoas com dificuldade de locomoção”, reclama um outro vendedor. Ele contou que na semana passada, o pessoal que trabalha no mercado teve que deixar seus postos de serviço para carregar uma cadeira de rodas, cujo dono não conseguia chegar ao local pretendido, no caso, o boxe de frutas e verduras. O Mercado da Madalena é um dos mais simpáticos e tradicionais do Recife. Foi construído nos anos 20 do século passado, e era chamado Mercado do Bacurau por funcionar no período noturno. Ainda hoje, o local é usado como fim de farra por boêmios do Recife. O #OxeRecife está aguardando informações sobre o assunto, solicitadas à Setur-PE. A obra teve inicio da gestão Felipe Carreras (PSB),  que se afastou do cargo por ser candidato a deputado.

Leia também:
O Recife leva banho de Salvador no quesito limpeza
Bagunça no Mercado da Madalena
Mercados públicos também liquidam
Um primor de mercado público
Minha tarde no Olha! Recife (1)

Texto e foto: Letícia Lins/ #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *