Loteamento em mata protegida

Se Paulista já está um desastre – quando o assunto é preservação de sua vegetação nativa, remanescente da Mata Atlântica – o município vizinho de Abreu e Lima pode seguir o mesmo caminho. Isto é, se não se tomar cuidado. Mas felizmente os órgãos oficiais estão de olho nele.

Nesta semana, a Agência Estadual do Meio Ambiente (Cprh) e a Delegacia do Meio Ambiente (Depoma, da Polícia Civil) interromperam loteamento irregular em região da Área de Proteção Ambiental Aldeia-Beberibe.  Os terrenos colocados “à venda” somavam 2,14 hectares. Mas as marcações dos terrenos e faixas com ofertas de negócios (venda e troca) foram retiradas.

O responsável foi intimado a comparecer à sede da Depoma, na próxima semana, para os procedimentos administrativos e criminais. Os terrenos ofertados ficam entre os municípios de Abreu e Lima e Paudalho, em plena Apa. A Apa tem 31.000 hectares e se estende por  oito municípios: Recife, Paulista, Abreu e Lima, Camaragibe, São Lourenço da Mata, Paudalho, Igarassu e Araçoiaba.

A Apa Aldeia-Beberibe poderá ganhar o primeiro corredor ecológico do Estado. Várias intervenções vêm sendo feitas nesse sentido. As tentativas de destruição de matas para aquelas bandas têm se tornando cada vez mais frequentes. A Cprh e os órgãos competentes precisam, também, dar uma voltinha por Paulista, onde as matas estão virando um areal cor de barro. E #OxeRecife já denunciou aqui várias vezes a tragédia ambiental no município. Que mania que o povo tem de sacanear a natureza… Parem de derrubar árvores.

Leia também:
Desmatamento em pulmão do Recife
Desmatamos ilegais em Aldeia 
Novos desmatamentos em Aldeia
Verde em risco em Paulista
Mata do Frio  é devastada
Matas estão sumindo em Paulista
Mata de pau-de-jangada destruída 

Texto: Letícia Lins/ #OxeRecife
Fotos: Cprh/ Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *