Que tal lutar pelo Teatro e também pelo Hotel do Parque? Virada Cultural é hoje

Há oito anos fechado e com a retomada das obras anunciadas há pouco pela Prefeitura – depois de muitas paralisações – o Teatro do Parque é alvo, hoje, da segunda edição da Virada Cultural, com shows, barraquinhas com comidas típicas e muito clima de São João. O início da festa está marcado para 18h, sem hora marcada para terminar.

Entre as atrações previstas estão o Som da Rural, Hélder Vasconcelos, Coco de Umbigada de Beth Mãe de Oxum e o Forró Coletivo Só Luiz.  Também será improvisada uma quadrilha. A Virada Cultural é um movimentado em defesa da reabertura de uma das mais tradicionais casa de espetáculos do Recife, e que chegou a funcionar não só como teatro, mas também como cinema. O Teatro do Parque é o único do Recife que possui jardim interno.

Fachada do Teatro do Parque não dá a dimensão da grande interior da casa de espetáculos, fechada há oito anos.

Eu só acho que o Movimento Virada Cultural devia ampliar o foco e lutar, também pelo tombamento do Hotel do Parque, que fazia parte do complexo construído no início do século passado pelo Comendador Bento Luiz  Aguiar, que investiu naquela época uma boa soma para construir no Recife um complexo de lazer e turismo semelhante aos que havia em sua terra, Portugal.

Como sou encantada com essa história e com a beleza do conjunto, procurei saber na Prefeitura se o Hotel do Parque é  protegido por alguma lei de preservação de prédios históricos ou de grande valor arquitetônico. Não é. Infelizmente. Em lugares que levam mais a sério a história e a memória, todo o conjunto seria preservado e aproveitado para eventos culturais. No passado, o Hotel do Parque serviu para hospedar companhias estrangeiras e brasileiros que vinham se apresentar no teatro vizinho. Ambos são lindos, deveriam estar em estado perfeito de conservação. Mas enquanto o teatro está fechado há oito anos, o Hotel do Parque está com o andar térreo totalmente descaracterizado, por conta de uma loja que funciona no pavimento inferior, na Rua do Hospício. Infelizmente, no Recife, funciona assim: acaba-se, sempre, com o que a cidade tem de bonito e bom. Vamos lutar pelo Hotel do Parque também?

Leia também:
Obras recomeçam no Teatro do Parque
O Hotel do Parque Sem Memória
Virada Cultural pelo Teatro do Parque
Teatro do Parque tem Virada Cultural

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.