“Plana, o Recife é ideal para pedalar”

Roderick Jordão (38) e Renata Gamelo (36) amam bikes. Nunca, sequer, tiveram carros. São, inclusive, cicloativistas. Ele é coordenador da Associação Metropolitana de Ciclistas do Recife  (Ameciclo). Os dois ciclistas decidiram unir o útil ao agradável. E fundaram a La Ursa Tours, que proporciona encantadores passeios de bicicleta, muitas vezes, por um Recife que até os recifenses desconhecem.

Na postagem das 18h dessa sexta-feira (1/6) mostrarei a vocês as três opções de passeio que a La Ursa oferece. Pelo roteiro que eles me forneceram, o #OxeRecife assina em baixo. E nesses tempos de crise de combustível, nada como usar a bicicleta para passear, descobrir melhor a cidade. E no Recife, nem se exige tanto esforço físico para se pedalar (como também para andar, como é o meu caso) porque nossa cidade é muito plana. Muito diferente de capitais como São Paulo ou Salvador.

“Dentre as capitais brasileiras, o Recife é uma das melhores nesse ponto. A ausência de morros, ladeiras, faz dela uma cidade ideal para pedalar”, diz ele. Mas faz uma advertência: “Só nos faltam árvores”, aliando-se a uma preocupação que é também da titular desse Blog, externada através da campanha Parem de derrubar árvores, com mais de 110 postagens sobre o problema do arboricídio que toma conta do Recife e da ação que nunca cessa, tal da famigerada motosserra insana.

Roderick informa que, mesmo com a carência de ciclovias, a cidade tem um dos maiores percentuais com pessoas utilizando o bicicleta em seus deslocamentos. “Passa de dez por cento da população”, assegura. Roderick já morou fora, e quando retornou ao Recife, em 2013, não quis saber de outro tipo de transporte. É bike, e pronto.  ” Até hoje, já são mais de 16.000 quilômetros pedalados no Recife e em mais de dez países”, comemora.  A La Ursa é ideal para quem gosta de ser política e ecologicamente correto. “Somos ciclo ativistas, e nos passeios também falamos de política e economia, e mostramos que a nossa opção é mais barata e não polui o meio ambiente”, diz.

Leia também:
As bikes floridas de Cartagena
Respeitem as bikes. Xô, apressadinhos
Bicicultura discutida no Recife 
Dia do ciclista na Rota dos Coqueiros
“Você sabe com quem está falando?”
Quatro mil árvores eliminadas no Recife?
Arboricídio mobiliza Câmara Municipal
Arboricídio vira caixa preta

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação/ La Ursa Tours

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *