Conheça a história de Anna de Ferro

Já assisti, e recomendo. Ana de Ferro, Rainha dos Tanoeiros do Recife volta ao palco, para curtíssima temporada. Na peça, o romance entre Maurício de Nassau e uma cortesã no cais do porto do Recife serve de pano de fundo para narrar os amores impossíveis da boemia do século 17. O espetáculo será encenado  no Teatro Marco Camarotti/SESC Santo Amaro nos dias 28 e 29 de abril, sábado e domingo.  O horário da apresentação é 20h.

Inspirada no poema de Vital Correia Araújo e em pesquisas do Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico de Pernambuco, a carioca Miriam Halfim criou um texto histórico com lampejos de ficção apresentando personagens reais em situações possíveis de terem acontecido. A direção é do pernambucano Emanuel David D’ Lúcard. Ele busca criar uma ponte entre os séculos 17 e 18, com enfoque em questões de gênero, religião e racismo. Disposto numa forma de passarela, a direção insere o público na cena na busca de uma reflexão social.

A saga de Anna de Ferro  é curiosa. Desde sua chegada ao Recife, causa alvoroço nas normas da colônia, quando vem da Europa travestida de homem. Na capital pernambucana compra Zambi, um escravo, mas logo o declara amigo. Forma parceria com outra cortesã, Maria Cabelo de Fogo, e abre um dos bordéis mais frequentados na Rua dos Tanoeiros. Por um ato de racismo, ente Zambi e o mestre do presídio, Maurício de Nassau vive uma apaixonante e breve história de amor com Anna. Já Maria tem que reviver os tormentos do passado num reencontro doloroso, enquanto ecos de Palmares convidam Zambi para o quilombo.

A peça conta com trilha sonora contemporânea que traz releituras de músicas que vão desde Edith Piaf a Reginaldo Rossi, passando por obras como Hallelujah e Assum Preto. Emanuel está se especializando em figuras femininas históricas. Ele dirigiu, também, Senhora de Engenho- Entre a Cruz e a Torá, que conta a incrível história da vida de Branca Dias, judia que viveu em Pernambuco no século 16, e cujo nome virou lenda. A peça já foi percorreu vários estados e até o exterior. Anna de Ferro é encenada pelo Grupo Teatral Risadinha, cujos integrantes são os mesmos do Grupo de Teatro Popular de Camaragibe, um dos mais atuantes do gênero na Região Metropolitana.

Leia também:
Saga de Branca Dias volta ao palco
Mistérios do além com Branca Dias
Entre a torá, o corno e o marido traidor
Amor de Nassau e Anna de Ferro
Anna de Ferro no Espaço Fiandeiros

Serviço:
Peça: Ana de Ferro, Rainha dos Tanoeiros do Recife
Local: Teatro Marco Camarotti/SESC Santo Amaro, Rua Treze de Maio, 455, Santo Amaro – Recife-PE
Datas: 28 e 29 de abril, sábado e domingo.
Horário: 20h
Duração: 80 min
Ingresso: Inteira R$:40 e meia: R$ 20
Informações: 3216-1728 // 99536-4746 // 98705-1571 // 99646-7828

Texto:  Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.