Recife, Senegal e cidadania

Eles já fazem parte da paisagem do Recife. Ocupam calçadas da Avenida Conde da Boa Vista, no Centro, vendendo de bijuterias prateadas a artigos eletrônicos, de bolsas grandes capinhas de telefone celular.  São vistos, também, nas areias da praia de Boa Viagem, oferecendo toda sorte de bugigangas. São senegaleses, que deixaram a África em busca de uma vida melhor no Brasil, muitos dos quais se instalaram no Nordeste. E não são poucos os que se encontram em situação irregular.

Mas o final de semana foi para eles, com realização do mutirão de retirada de documentos para cidadãos senegaleses, residentes  não só em Pernambuco, como de outros estados do Nordeste. A iniciativa decorre de parceria entre Associação de Senegaleses de Pernambuco, Consulado do Senegal e governo estadual, através da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos. Com Carteiras de Identidade, Carteira Consular e Título de Eleitor, fica mais fácil a vida dos africanos. “Com este documento, os cidadãos senegaleses residentes no Brasil, poderão exercer a cidadania, através do voto, nas próximas eleições do nosso País,”, registra o vice-presidente da Associação, Amadou Toré.

As atividades prosseguem nessa segunda-feira, e vêm sendo acompanhadas pelo Secretário Executivo de Direitos Humanos, Eduardo Figueiredo. “É sempre um prazer abrir as portas da Sjdh, para colaborar com os senegaleses ou imigrantes de qualquer nacionalidade. O governador Paulo Câmara é a favor de abrirmos as portas de nossos equipamentos, para ajudá-los como podemos, na realização de atividades que lhes garantam a cidadania, em nosso solo pernambucano”, disse o Executivo. A expectativa era de 600 atendimentos no final de semana. Mas o mutirão se prolonga nessa segunda-feira, 23. Ação também conta com a participação do Consulado Senegalês. A expectativa é de atendimento a imigrantes , também, residentes em  Aagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Leia também:
A saga das refugiadas iraquianas
Intolerância religiosa cresce no Recife
Filarmônica e resgate da cidadania
Igreja dá exemplo de cidadania

Serviço:
O quê – Mutirão para retirada de documentos de senegaleses
Quando: 21 a 23 de abril de 2018
Onde: Secretaria de Justiça e Direitos Humanos – Praça do Arsenal da Marinha, s/n, Bairro do Recife  Horário: das 8h às 15h

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *