Hoje é dia de tucano?

Essa semana pode não ter sido boa para certo tipo de tucano, daqueles que, depois de “raposas”, viram ave de rapina, lá por Brasília. E cujo nome nem preciso dizer. Mas para dois tucanos de verdade, com linda plumagem, que viviam presos aqui em Pernambuco, a liberdade está mais próxima. É que duas aves, conhecidas como tucanuçus, foram apreendidas em Olinda. E serão posteriormente repatriadas para seus locais de origem.

A lei é bem clara: manter animal silvestre em cativeiro é crime. A não ser que o estabelecimento onde os animais estejam tenha licença oficial, com uma boa justificativa para funcionar legalmente. Mas mesmo assim, ainda há quem teime em manter animal silvestre em casa. O proprietário do bicho responde a inquérito e ainda paga multa.

O bom nisso tudo é que a população está se conscientizando da importância de defesa da natureza, e vem fazendo denúncias anônimas aos órgãos competentes. Esta semana, agentes da Delegacia de Polícia do Meio Ambiente (da Polícia Civil) entregaram dois tucanos – lindos! – à Agência Estadual do Meio Ambiente (Cprh). As duas aves estavam em residência, no bairro dos Bultrins, em Olinda.

Os tucanos foram recuperadas devido a uma denúncia anônima encaminhada à Secretaria de Defesa Social. E mesmo com tantas broncas para resolver – homicídios, crimes contra o patrimônio, violência contra a mulher – a SDS não deixou barato. Mandou buscar os dois bichos. Eles já se encontram no Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), onde passam por processo de reabilitação e serão muito bem tratados. Depois, serão repatriados às suas regiões de origem, para que sejam devolvidos à natureza. Os dois tucanos são da espécie tucanuçu, também conhecida como tucano-toco (Ramphastos toco).  Eles são tidos como os maiores tucanos, e ocorrem na Amazônia e no Brasil Central.

Leia também:
Quase 6000 aves resgatadas em 2017
A festa da Maria Mulata
Canários da terra apreendidos
Oferta de R$ 500 por um gavião  bebê
Respeite o faxineiro da natureza 
Torneio clandestino de canto de curiós
Cprh desmonta rinha de galos de briga
Cipoma destrói rinha de canários

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação/ Cprh

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *