Calçadas pedem socorro no Recife

A Prefeitura, por meio da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb), informa que está fazendo a troca de  placas de concreto da Avenida Agamenon Magalhães, uma das vias mais movimentadas da cidade. O serviço tem “caráter emergencial”, por ser aquela um dos mais importantes corredores viários da Capital, e pela qual passam diariamente 90 mil veículos.

A obra está sendo executada no trecho em frente ao Hospital da Restauração, no sentido Olinda-Recife, e deve durar 15 dias. Para viabilizar o serviço, a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) destacou efetivo para monitorar o trânsito no local, assim como e orientar os condutores para garantir a fluidez do tráfego e a segurança viária.

Bem que a Prefeitura do Recife poderia dispensar um carinho a outros tipos de placas de concreto, que são aquelas – divididas em duas – que cobrem os bueiros nas calçadas do Recife, e que têm provocado uma série de acidentes. Normalmente elas cedem, se alguém pisa no meio. Eu, que ando muito, me defronto, diariamente, com esse tipo de armadilha.  Posso dizer, com a maior segurança, que mais da metade dessas tampas de concreto divididas em duas oferecem riscos aos pedestres (foto). Ou seja, não  é só o asfalto que necessitam de reparo. As calçadas precisam de socorro. E muito.

Leia também:
Calçadas detonadas no Centro
Risco na Agamenon Magalhães
Pelas “Calçadas do meu Recife” 
Acidente em calçada requer até Samu
Todo cuidado ao pisar nessa calçada
Andando sobre o inimigo
“Revoltado com queda na calçada”
Pedras nada portuguesas no Recife

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *