Curso de horta urbana no Sítio Trindade

Cada dia mais organizado, o populoso Casa Amarela – Zona Norte do Recife – conta com mais uma iniciativa, na trilha pela sustentabilidade que seus moradores tanto almejam.  A partir da próxima segunda-feira, residentes do bairro e localidades vizinhas terão um curso gratuito de técnicas de agricultura urbana e jardinagem. Uma boa para quem gosta de cultivar hortas em terrenos antes degradados, jardins, quintais e até mesmo varandas. E também para quem pretende ganhar algum dinheiro com esse tipo de atividade.

A iniciativa é do Instituto Casa Amarela Saudável e Sustentável (Icass), que conta com a ajuda de vários parceiros. Um deles é o Sítio Trindade, que fica na Estrada do Arraial, em Casa Amarela (mas também há entrada pela Estrada do Encanamento, no Parnamirim). É na concha acústica do Sítio que ocorrerão as aulas, entre 13h e 17h, de segunda a sexta-feira. O curso terá 80 horas, e será ministrado pelo engenheiro agrônomo Augusto Fernandes e pela socióloga Cleide Amador. A demanda foi superior à oferta de vagas. Mesmo ampliadas, elas já estão esgotadas. “O curso não ensinará só técnicas de plantio, porque pretende capacitar pessoas para que entrem no mercado de trabalho”, diz ela. Tanto que foram reservadas 20 vagas para mulheres inscritas no Bolsa Família.

Haverá aulas práticas e mutirões, com intervenções em um dos altos do Recife.  Entre os assuntos abordados nas aulas, estão: noções de gestão, participação e organização social, técnicas de jardinagem e agricultura urbana. O curso é mais uma atividades do Icass, cuja ação mais famosa é a horta urbana implantada em área degradada e abandonada pelo poder público. Além da horta, o Icass tem muitas outras iniciativas que contribuem para estreitar e melhorar os vínculos da comunidade. “A nossa ação mais efetiva foi a pressão por ciclofaixa, que terminou sendo implantada no bairro pela Prefeitura, e beneficiou grande parte da população da Zona Norte”, afirma Vandson Lacerda, coordenador do Icass.

Além dessas duas iniciativas – sendo a horta totalmente introduzida pelos próprios moradores – o Icass vem desenvolvendo ações ambientais em reuniões que ocorrem nas comunidades ou na Biblioteca de Casa Amarela. E está implantando uma rede de negócios e uma rede de síndicos. Na primeira, comerciantes do bairro podem oferecer descontos aos moradores, enquanto o segundo busca  melhorar a segurança de Casa Amarela. Há, ainda, outra campanha em implantação, que é ECOcô, destinada a reduzir a sujeira provocada por animais nas calçadas do bairro.  O curso que começa na segunda tem apoio do Fundo  Socioambiental Casa e do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal. E além do Sítio Trindade, conta com parceria da Secretaria de Política para a Mulher do Recife .

Leia também:
Sementes que brotam na Zona Norte
“Isso não é um assalto, é horta no asfalto”
Casa Amarela em campanha pela horta
Festa com samba na horta urbana
Casa Amarela cada vez mais cidadã
Faça sua horta urbana com pimenta
Hortas fazem a festa nas escolas
Parklet popular na Estrada do Arraial

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife  

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *