O Recife vai ganhar 2 mil árvores

Vivaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.  A Prefeitura, por meio de sua Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente, informa que o Recife vai ganhar 2 mil novas árvores.  Elas ainda não repõem o que a cidade perdeu, mas – para o #OxeRecife –  já é um grande avanço nesse Recife de verde tão devastado. A ação é fruto de parceria entre o  poder público municipal e a Associação de Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco (Ademi-PE). O termo de compromisso de compensação ambiental foi assinado na tarde dessa terça-feira.

Ao todo, somam 21 as empresas do setor imobiliário que participam da empreitada.“O grande diferencial dessa ação é que ela foi pensada para atender as áreas que mais precisavam. De forma inteligente, identificamos as necessidades, fizemos os projetos e, em articulação com a Ademi, criamos a solução, que simplifica o trabalho para o setor e para a prefeitura. No final, quem ganha é a cidade, porque vamos adensar o verde onde ele é mais necessário”, destaca o secretário de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Recife, Bruno Schwambach.

 

Prefeitura e Ademi-PE selam acordo para o plantio de 2 mil árvores. Número ainda não compensa todas as perdas.

O plantio ser iniciado neste mês. E deve levar cerca de 120 dias até a sua conclusão, segundo a Prefeitura, que não informou  a idade das mudas nem se a Ademi ficará responsável, também, pela manutenção dos filhotes até que atinjam a idade adulta. Ao todo, serão beneficiadas 12 áreas públicas da cidade, a exemplo de canteiros centrais, refúgios, praças e passeios.  Para o #OxeRecife, a Ademi não faz mais que sua obrigação, pois uma das causas da redução do verde da cidade é justamente o avanço da selva de concreto dos edifícios.  “Esta é uma ação bastante positiva e vem para repor, de forma rápida e eficaz, árvores que precisaram ser retiradas no momento da realização de diversas obras. Com isso, também se entrega um volume maior de mudas, em uma iniciativa mais impactante para a cidade“, diz Carlos Tinoco, da Ademi-PE.

No projeto, serão utilizadas mudas de árvores de grande, médio e pequeno porte, atendendo a especificações existentes no manual de arborização da Prefeitura (ainda bem). “Das 2 mil plantas, a maior parte será de grande porte com copas densas que favorecem a oferta de sombras, uma vez que as áreas definidas para o plantio dispõem de espaços livres capazes de acomodar os exemplares”, informa a Secretaria. “Além disso, a iniciativa fará uso de espécies pertencentes ao bioma da Mata Atlântica”. Veja os locais que ganharão as mudas: Canteiros e refúgios do bairro do Cabanga, Entorno do Hospital das Mulheres, Espaços livres e passeios da Ilha Joana Bezerra, Canteiro central da Av. Mascarenhas de Morais,  Canteiro central da Av. Domingos Ferreira, Via Mangue, Terminal Marítimo, Túnel da Abolição, Ilha do Leite, Praça Arraial do Bom Jesus e Praça Compositor Antônio Maria. O #OxeRecife aplaude a medida. Mas vai permanecer fazendo o registro de árvores eliminadas na cidade. E cobrando reposição no mesmos locais. Porque suas sombras fazem falta justamente  nos locais onde foram retiradas.

Leia também:
Arboricídio mobiliza Câmara Municipal
Lei para conter arboricídio 
Compensação pelo arboricídio
Arboricídio deixa herança nas ruas
População acusa arboricídio
Parem de derrubar árvores (54)
E viva o verde em Bogotá
Exemplos de amor ao verde no Recife

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Letícia Lins e  Antônio Tenório /Divulgação/ PCR

Compartilhe

Um comentário

  1. Numa cidade com densidade de edificações alarmante. Ainda é muito pouco. A preocupação maior será manter e acompanhar seu crescimento. A ADEMI levou muito tempo para assumir a responsabilidade. Ela pode e deve fazer mais.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *