Mulheres: Praça,Poço e Maria Bonita

Quem não gosta de ouvir histórias? Reais, fantasiosas, picantes ou mesmo inocentes?  Pois na noite dessa quinta-feira (8), elas vão encher as nossas mentes, na Praça de Casa Forte, quando o Grupo As Palavras Andarilhas faz mais uma edição do Projeto Histórias nas Ruas.

Serão  relatados contos de mulheres nas vozes de Adélia Oliveira, Carminha Moraes, Dayse Constantino, Ignês Araújo, Mitafá e Mônica Xavier. Elas vão estar na Praça de Casa Forte, em frente à Igreja da Sagrada Família, para divertir crianças e adultos. A Praça é a mais conhecida da Zona Norte do Recife.

O evento tem curadoria de Lenira Gomes e Clenira Melo, ambas com vasta experiência, grandes contadoras de histórias e que mobilizam e divertem plateias por vários recantos do Brasil. A sessão será ao ar livre e marca o transcurso do Dia Internacional da Mulher. Acontece entre 19h30m e 21h30.

E às 19h, tem palestra sobre o desafio de ser neta de Maria Bonita. O encontro será na Livraria Cultura Nordestina, que fica no Poço da Panela, à Rua Luiz Guimarães, 555. A mediadora será Wanessa Campos, jornalista, e especialista em cangaço. Ela inclusive tem um livro mostrando a importância da cangaceira naquele movimento social que agitou os sertões nas primeiras décadas do século passado. O nome do livro é A Dona de Lampião, e é uma delicia de leitura.

Leia também:
Cultura nordestina para dar e vender

Alunos fazem livros sobre 20 bairros
Ação do Sesc já arrecadou 50 mil livros
Ilustrações de livros infantis no Sesc
“Rapaz da portaria” escreveu 37 livros
Belmar e os livros que rendem filmes 

Texto e foto: Letícia Lins / #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *