Chorinho, artesanato e sururu no Poço

Estão cada vez mais disputadas as tardes de domingo no Poço da Panela. Bairro bucólico da Zona Norte do Recife, onde sobrevivem velhos casarões, o Poço tem mais uma sessão de chorinho na tarde do domingo, com grupo capitaneado por Beto do Bandolim.´As tardes musicais ocorrem no Poço das Artes, comandado pela artista plástica Clarissa Garcia.

O Poço das Artes fica na Rua Soares Macedo, 54, a mesma via onde fica da tradicional venda de Seu Vital, uma das figuras mais populares do bairro.  Todos os domingos, a Casa oferece programação musical da melhor qualidade. O cardápio não é muito variado, mas é saboroso e muito em conta.

Serão servidos feijoada, sururu, fritada de aratu e sarapatel. Os preços vão de R$ 15 a R$ 20. Também foi montada uma loja com criações da artesã Ester Bispo, famosa pelos arranjos de cabeça e vestidos bordados. Suas peças ficam durante um mês em exposição no Poço das Artes.

Para falar a verdade, o Recife está muito bem servido em matéria de bom gosto musical no domingo. Além do chorinho no Poço das Artes, no final da tarde haverá uma sessão de Canto Virtuoso na Academia Pernambucana de Letras, no bairro das Graças. E no Recife Antigo, tem a volta do Projeto Música na Igreja, com repertório que passeia por clássicos da música erudita e da MPB. Amanhã o #OxeRecife traz mais detalhes dos concertos das Graças e do que ocorre na Igreja da Madre de Deus.

Leia também:
“Mulher de Bigode” no Poço da Panela
Chorinho movimenta Poço da Panela
História do Jardim Secreto Para Crianças
Poço do Poço, chorinho e bandolim
Bomba furtada no Poço da Panela
Praça renovada no Poço

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação / Poço das Artes

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *