Pastoril e frevo na Queima da Lapinha

Foram tímidos, os festejos natalinos no Centro do Recife, em 2017. Pouca iluminação, rápidas apresentações no Cais da Alfândega, em frente ao Paço, e Sítio Trindade às escuras, ao contrário do que ocorria no passado. Houve, é verdade, o imperdível Baile do Menino Deus e o brilho de fogos na orla da Zona Sul.  Este, espetáculo para turista ver.

Em todo caso, a festa prevista para o Dia de Reis pode compensar, com a tradicional Queima da Lapinha. O evento ocorre agora, às 18h, no Pátio de São Pedro. E conta com doze pastoris, que serão acompanhados por Mendes e sua Orquestra, além do grupo de Cavalo Marinho Boi Coroado.  Os grupos estão se concentrando no Pátio do Carmo. Às 18h30 seguem acompanhados da orquestra, cantando as jornadas até o Pátio de São Pedro e conduzindo a lapinha com a imagem do Menino Jesus.

De olho no carnaval, as pastorinhas viram passistas de frevo, depois da queima da Lapinha: do Natal ao carnaval.

Participam do cortejo os pastoris: Aurora Boreal, Idosos Estrela Dalva, Estrela Brilhante, Estrela do Mar, Estrela Guia do Recife, Giselly Andrade, Infanto Juvenil UR-3Ibura, Lindas Ciganas, Menino Jesus da Vovó Bibia, Sonho de Um Adolescente, Tia Marisa e Tia Nininha 3º Idade. Conhecido como o dia em que os três reis magos levaram presentes para Jesus Cristo, antes da solenidade da queima da lapinha, que é feita de folhagens secas e incensos, a imagem do Menino Jesus é retirada para ser entregue de presente a um homenageado.

“Em seguida, a lapinha é queimada, enquanto o público joga seus pedidos no fogo, na esperança de que sejam realizados. Terminada a cerimônia, será o momento de celebrar o ano entrando no clima carnavalesco. As pastorinhas são transformadas em passistas e todos saudarão o Carnaval 2018 com muito frevo”, informa a Secretaria de Cultura do Recife.  Queima da Lapinha é uma manifestação religiosa, que surgiu no século 19.

Leia também:

Reveillon tem 15 toneladas de fogos
Paço do Frevo gratuito no fim do ano
Nordeste na veia e na verve
Cantata e frevo de bloco na Várzea
Gato e rato no Paço Alfândega

Serviço
Queima da Lapinha
Quando: sábado, dia 6 de janeiro
Horário: concentração às 18h, no Pátio do Carmo, centro do Recife.
Local: Pátio de São Pedro, bairro de São José

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Andrea Rego Barros/Divulgação/PCR

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *